Serviços preventivos: como abordar o cliente e quais as revisões mais importantes?

A realização da manutenção preventiva, embora seja mais eficiente, barata e segura, ainda é uma prática pouco disseminada pelos proprietários de veículos. A chegada da metade do ano traz a oportunidade de vender estes serviços. Quer saber como? Acompanhe!

Estamos quase na metade do ano e este momento traz condições favoráveis para a oferta de revisões preventivas. Sim, o consumidor já está quitando os compromissos financeiros do final de um ano e início do outro, tais como IPTU, IPVA, matrícula das crianças na escola, viagens de fim de ano e outras despesas sazonais.

Aproveitando que junho é o mês da Manutenção Preventiva, este é um bom momento para melhorar seu “share of wallet” (participação na carteira, numa tradução livre do Inglês) e oferecer seus serviços de manutenção. Mas, como convencer o cliente a consertar o que ainda não está quebrado e ainda não apresentou problemas?

A revisão periódica do veículo é muito importante e existem muitas razões para que ele não se esqueça de mantê-lo revisado. Vejamos algumas delas:

Economia – A prevenção é sempre a melhor opção quando se trata de economizar. Peças defeituosas podem desgaste em outros componentes, o que gerará a troca de mais peças e mais mão de obra, resultado: mais despesas, orçamento mais elevado e mais dinheiro reparando o veículo. Além disso é possível programar o investimento, evitando surpresas e a necessidade de ficar em má situação financeira.

Segurança – Um veículo que tem revisões constantes oferece muito mais segurança para os seus ocupantes. A quebra de uma peça importante na mecânica ou na elétrica do veículo pode colocar o condutor e os demais ocupantes em situações muito perigosas em momentos críticos na estrada, como em uma ultrapassagem.

Tempo – Ficar sem o veículo por vários dias é um sacrifício para a maioria das pessoas que dependem dele para trabalhar, fazer as tarefas diárias e se locomover pelas cidades. A manutenção preventiva leva muito menos tempo para ser feita, e é o cliente quem escolhe o dia e a hora em que ela será realizada. Um defeito que aparece inesperadamente pode levar semanas para ser resolvido.

Maior valor de revenda – Fazer sempre a revisão do veículo garantirá a integridade e a originalidade dele, o que é muito apreciado no momento da revenda. Um dos fatores mais importantes para muitos compradores é o cuidado que o proprietário anterior teve como veículo e nada demonstra melhor isso que manter a manutenção em dia.

Sugestão de argumentos de venda de serviços preventivos:

  • Venda os benefícios do serviço preventivo – Economia, Segurança, Tempo e Valorização do veículo;
  • Esclareça que a primeira etapa não gera grandes despesas, é apenas um check-list, onde seu trabalho será verificar o que deve ser substituído ou reparado e uma previsão do prazo e necessidade de executá-la – imediata, em breve ou quando puder;
  • Serviços programados – sabendo o que precisa ser feito e qual a urgência de execução, é possível programar nas agendas de ambos (cliente e empresa) a melhor data da realização, providenciar as peças e insumos necessários e alocar profissionais para a execução e prever prazo de entrega.

Quais itens são revisados na manutenção preventiva de veículos?

Check List em automóveis

  • Alinhamento e calibragem dos pneus. É recomendada a realização desses dois itens a cada 10 mil quilômetros rodados. Com essas revisões em dia, é possível economizar até 10% do combustível. Outro ponto importante da manutenção preventiva de carros é o rodízio dos pneus.
  • Lâmpadas e iluminação
  • Suspensão – Fazer a revisão do sistema de suspensão, que inclui a inspeção de batentes, amortecedores, coxins, buchas, bieletas, braços axiais, bandejas, pivôs, molas e terminais.
  • Sistema de direção – verificar quanto a barulhos, ruídos e funcionamento suave e preciso.
  • Freios – Checar o fluido de freios e revisar discos de freio, pastilhas, lonas, cilindros, tambores, sistema de acionamento e demais componentes.
  • Troca de óleo – Outro item importantíssimo na manutenção preventiva de carros é a troca de óleo. É importante que o óleo lubrificante e o filtro de óleo sejam trocados de acordo com as especificações da montadora. Isso varia entre 10 mil quilômetros rodados ou seis meses de uso do carro.

Check-List de manutenção preventiva para caminhões

Um Check-List detalhado permite que o responsável da frota ou o proprietário do veículo identifique qualquer tipo de problema nos caminhões. Embora a manutenção preventiva seja mais usual, ainda assim esta prática é realizada mais frequentemente em grandes frotistas, que gerenciam os custos cuidadosamente, pois tempo do veículo parado é prejuízo contabilizado.

    1. Componentes Internos
    • Acionamento do Sistema de Embreagem;
    • Acionamento do Freio de Mão;
    • Acionamento do Pedal de Freio;
    • Extintor;
    • Luzes Indicativas e Painel.
    1. Injeção Eletrônica
    • Diagnóstico de Injeção;
    • Velas de Ignição e Cabos de Velas;
    • Filtro de Ar;
    • Filtro de Combustível;
    • Limpeza de Bicos;
    • Limpeza do Corpo TBI e Corpo Borboleta.
    1. Compartimento do Motor
    • Nível do Reservatório do Líquido de Arrefecimento;
    • Vazamentos e Mangueiras de Arrefecimento;
    • Correias e Tensores;
    • Nível de Óleo do Motor;
    • Vazamento de Motor.
    1. Componentes Inferiores
    • Bandejas e Braços;
    • Pivôs;
    • Terminais de Direção;
    • Articulação Axial da Caixa de Direção;
    • Coifas das Homocinéticas e Caixa de Direção e lado do Câmbio;
    • Batentes, Coifas e Calços de Molas;
    • Coxim de Amortecedor;
    • Buchas da Barra de Direção e Barra Tensora;
    1. Cardan, Eixos e Diferenciais

    Cardans

    • Verificar se os garfos de entrada e saída estão bem apertados.
    • Verificar se os eixos de entrada/saída não apresentam frouxidão radial excessiva.
    • Verificar se as extremidades da cruzeta estão bem apertadas.
    • Verificar se não há movimento radial excessivo do eixo de deslizamento com ranhuras.
    • Verificar se não há danos no eixo, tubos curvados ou contrapesos faltando.
    • Verificar se não há plugues frouxos ou faltando.
    • Conferir a lubrificação de todos os componentes.
    • Avaliar o conjunto quanto a existência de folgas, falhas ou ruídos

    Eixos dianteiros

    • Inspecionar terminal da barra de ligação, pino mestre e manga, rolamento de cubo de roda.
    • Observar lubrificação de todo o conjunto.

    Diferenciais

    • Conferir se há correta lubrificação do diferencial e dos rolamentos do semi eixo.
    • Avaliar alojamento das arruelas das planetárias e das satélites.
    • Inspecionar satélite e planetária, coroa e pinhão, eixo das satélites.
    1. Geometria
      • Alinhamento de Direção;
      • Cambagem e Caster;
      • Balanceamento de Rodas;
      • Calibragem de Pneus e Rodízio de rodas;
      • Desgaste da Banda de Rodagem (TWI);
      1. Freios
      • Fluido de Freio e Nível do Reservatório;
      • Pastilhas, Discos, Lonas e Tambores;
      • Flexíveis de Freio;
      • Vazamento e Cilindros de Rodas Traseiro.
      1. Escapamento
      • Escapamento;
      • Abraçadeiras e Coxins.

 

E não se esqueça: use somente peças de boa qualidade, pois não adianta fazer o serviço e o cliente voltar reclamando. Faça bem feito da primeira vez. Evite retrabalho e conte com os produtos Albarus, Spicer e Victor Reinz.

[geot country="BR"] [/geot] [geot country="AR"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.ar. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="CO"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.co. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="EC"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.danaecuador.com.ec. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot]