O que a empresas de reparação podem fazer nos tempos de COVID-19

Escolas fechadas, centros de compras com acesso restrito e muitas outras empresas fechando suas portas para impedir a disseminação do novo coronavírus (COVID-19). As empresas de manutenção automotiva não precisam fechar, mas é fundamental tomar cuidados extras para garantir a segurança de seus colaboradores e clientes

Organizações e empresas estão informando quais os cuidados adotados para garantir maior higiene e reduzir as possibilidades de transmissão do COVID-19 / Novo coronavírus.

Para dar segurança aos clientes que buscarem sua empresa para realização de reparos ou serviços de manutenção preventiva é importante que eles saibam antecipadamente que sua empresa está ciente e engajada na luta contra a propagação do vírus e preservação da saúde de todos.

Veja alguns pontos a serem destacados na luta contra o coronavirus.

Informação

Use suas mídias sociais para informar sobre as melhorias implementadas no seu estabelecimento para higiene pessoal, limpeza e saneamento de suas instalações. Ressalte que seu cliente será bem atendido, sem contato físico, como apertos de mãos e abraços, e que dará fácil acesso a dispenser ou frascos de álcool gel para higiene das mãos, além de sanitários limpos e com sabonete germicida, entre outros cuidados.

Limpeza de pontos de contato  

Essa é uma prática recomendada que seja intensificada na frequência e intensidade. Locais de acesso comum, como balcões, interruptores de iluminação, equipamentos e teclados de computadores, por exemplo, devem ser limpos com produtos adequados, para descontaminação e segurança do cliente e de sua equipe.

É importante que seu cliente não apenas saiba que você e seu time estão fazendo, mas também que veja que estão fazendo. Os pontos de alto toque incluem:

• Máquinas de cartão de crédito;

• Alças de telefone;

• Áreas de café e sala de espera;

• Áreas de cozinha, vestiários e sanitários;

• Braços e mesas da cadeira nas áreas de espera do cliente;

• Ferramentas;

Limpe e descontamine os veículos de clientes (antes e depois da manutenção)

Antes de iniciar os serviços de reparo e até mesmo ao receber o carro do cliente, tome algumas providências. Use luvas descartáveis para o primeiro contato com o veículo e faça uma higiene nos pontos de toque (chaves, maçanetas das portas, volante, alavanca de câmbio e painel são áreas de maior contato).

Proteja as partes internas de contato no interior do veículo, com produtos como capas e filmes plásticos e, sempre que possível, use luvas. Evite tocar o rosto durante os serviços, use lenços de papel para limpar olhos, nariz ou outra parte do rosto e descarte-o imediatamente no lixo.

Após fazer a manutenção do veículo do cliente, limpe as chaves do veículo e todas as áreas do interior em que seus funcionários tenham tocado, como maçanetas, volante, alavancas de câmbio e acionamento do freio de estacionamento e botões e acionadores dos vidros.

Na devolução, use luvas descartáveis para assegurar ao cliente que após a desinfecção geral do veículo ninguém teve contato com as partes de contato além do cliente naquele momento. Lembre-se: ele deve ver seus cuidados com a higiene e a segurança da saúde dele.

Ofereça opções ao cliente

Apresente aos clientes opções em termos de serviços para atender à maneira como os clientes estão respondendo ao COVID-19.

Se você oferece serviços de leva e traz, envie comunicações lembrando aos clientes de seu serviço, com a opção oportuna e diferenciada de devolver o veículo na casa dele, destacando que a higienização será feita no recebimento e entrega do veículo. Essa pode ser uma opção interessante para clientes que integrem os grupos de risco de contágio, como idosos e portadores de doença que baixam a imunidade, evitando viagens e exposições desnecessárias.

Lugar de funcionário doente ou de grupo de risco é em casa

Isso é óbvio, mas oriente os funcionários que não se sintam bem a ficar em casa.

Outros hábitos saudáveis

Aposte na prevenção. Como o COVID-19 / novo coronavírus é transmitido por meio de partículas de secreções respiratórias, alguns cuidados básicos de higiene devem ser tomados para reduzir o risco de transmissão e contágio. Por isso, oriente seus clientes e colaboradores a adotar práticas preventivas como:

  • Lavar adequadamente as mãos, evitando levá-las aos olhos, nariz e boca. Se as mãos não estiverem visivelmente sujas, basta esfregar com água e sabão por volta de 30 segundos. Caso contrário, o tempo de lavagem deve ser aumentado para cerca de 50 segundos.
  • Utilizar álcool em gel com frequência ao longo do dia;
  • Não compartilhar objetos pessoais, como talheres, toalhas, pratos e copos;
  • Manter distância de pelo menos 1 metro de qualquer pessoa;
  • Evitar aglomerações e frequentar espaços fechados e muito cheios;
  • Manter os ambientes bem ventilados.

É importante salientar que o uso de máscara não é necessário para as pessoas sem sintomas respiratórios, já que ela apenas bloqueia partículas e gotículas daqueles que a vestem e não impedem uma eventual contaminação. Mas se você tem sintomas de gripe, mantenha-se em casa.

Cuide-se e cuide de seus colaboradores e clientes. Nós estamos cuidando dos nossos!

A prevenção é o melhor caminho!
[geot country="BR"] [/geot] [geot country="AR"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.ar. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="CO"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.co. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="EC"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.danaecuador.com.ec. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot]