Dana alerta: cuidado com as juntas homocinéticas piratas!

Ela é o principal mecanismo de transmissão da energia gerada pelo motor até as rodas do seu carro e picape e um item de segurança. Mas não descuide. Peças com qualidade e procedência duvidosa podem prejudicar o seu serviço e gerar acidentes. Saiba como evitar esse prejuízo 

As principais causas de falhas na junta homocinética são sempre possíveis de serem evitadas com a manutenção preventiva, feita por profissionais com conhecimentos e competência comprovada.

As condições das ruas, estradas e rodovias são um fator importante a ser levado em consideração na hora de se determinar a frequência de manutenção de sistemas muito dependentes da qualidade de vedação, como a junta homocinética.

Realizar a manutenção preventiva das juntas, seguindo as orientações do fabricante é a forma mais correta de minimizar riscos de quebras do componente. É recomendável fazer revisões a cada intervalo entre 5 mil km e 10 mil km e a substituição da junta homocinética seja feita quando o carro atinge, aproximadamente, 40 a 50 mil quilômetros percorridos.

A causa mais comum de desgaste na junta homocinética é a contaminação da graxa com sujeira. Lama, terra, areia e pequenas partículas podem penetrar na vedação da coifa, deixando a graxa com uma aparência e consistência de uma pasta abrasiva. A abrasão prejudica a superfície de trabalho dos rolamentos, comprometendo o funcionamento da junta. Mas os danos da junta podem ser também causados por uma manutenção incorreta ou peças de baixa qualidade e procedência duvidosa.

Não existe milagre em preços. Peças muito baratas, em geral são produtos de evasão fiscal, ou são piratas ou não atendem os requisitos de qualidade.

Por isso deve-se comprar peças somente de fontes idôneas e, em caso de dúvidas na apresentação do produto, contatar imediatamente o fabricante para esclarecer antes de instalar. Empresas idôneas oferecem serviços e canais de acesso para os aplicadores tirarem suas dúvidas.

Apostar em uma junta homocinética recondicionada ou de procedência duvidosa não é uma boa indicação, afinal, ela é uma peça que está ligada diretamente à segurança do veículo.

Os perigos das Juntas “Piratas”

Se examinadas periodicamente e passarem pela manutenção necessária, as juntas homocinéticas podem durar mais de 150.000 km. Mas, quando chegar a hora, muito cuidado com as juntas “piratas” em oferta por aí, as chamadas “recondicionadas”.

Junta Recondicionada? Essa não!

Esse mercado de juntas recondicionadas costuma ser pura enganação, é mais um exemplo do barato que acaba saindo caro. Os tais “recondicionadores” reaproveitam tudo o que seja possível. Na maioria das vezes, apenas limpam e lavam a junta usada (e já bem gasta) e colocam nela uma graxa qualquer, que não é a correta.

E tem mais. Quando resolvem desmontar e reaproveitar o que já não presta, cometem verdadeiros absurdos. Veja alguns deles:

  • Refazem as pontas de eixo com soldas, deixando a peça frágil e pronta para uma quebra;
  • Completam a folga das pistas internas do sino com solda, o que destempera o material e também reduz em muito a resistência da peça;
  • Soldam as gaiolas, o que nunca pode ser feito, já que esta é a parte mais sensível da junta;
  • Preenchem o anel interno com solda e depois esmerilham, o que acaba destemperando a região de trabalho das esferas.
  • Resumindo: É só dor de cabeça, dinheiro jogado fora e risco de acidente

Use somente juntas de alta qualidade e novas – Spicer e Albarus, é claro!

Confira os componentes de uma boa junta homocinética nesta animação interativa e exclusiva no site Spicer: https://spicer.com.br/3d/juntas-homocineticas/junta-homocinetica/

[geot country="BR"] [/geot] [geot country="AR"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.ar. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="CO"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.co. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="EC"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.danaecuador.com.ec. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot]