Cuidados com a coroa e o pinhão

Responsável pela redução do torque do motor para as rodas, os cuidados na lubrificação e ajustes de contatos entre os dentes da coroa e do pinhão ajudam a assegurar a durabilidade e funcionamento do eixo diferencial. Acompanhe a dica preparada pelos nossa equipe de assistência técnica e visite o site Spicer para outras informações

Clique na imagem para ver o conjunto Coroa e Pinhão em 3D no site Spicer Brasil

A coroa e o pinhão são itens que merecem atenção especial na hora da manutenção, principalmente, se aplicados em caminhões que operam em condições severas.

Esse conjunto é formado por duas engrenagens que permitem a redução do torque vindo do motor para as rodas, devido as inúmeras combinações entre os dentes da coroa com os dentes do pinhão.

A divisão entre o número de dentes da coroa e do pinhão é a redução, que significa o número de voltas que o pinhão precisa dar para que a coroa complete uma volta. Quanto maior for a redução mais força e menos velocidade terá o veículo e quanto menor for a redução mais velocidade e menos força terá o veículo.

Manutenção

A lubrificação é um dos itens mais importantes para manter o conjunto do diferencial em boas condições porque reduz desgaste do atrito, protege o metal de oxidação e corrosão, e dissipa o calor excessivo.

Utilizar o lubrificante correto e no nível indicado é indispensável – confira na Tabela a seguir. O nível e a viscosidade do óleo devem ser checados a cada 2 mil km e a troca é recomendada quando o veículo atinge 160 mil Km ou um ano de uso. Em condições severas de trabalho, esse prazo diminui para 50 mil km ou a cada seis meses.

A falta de lubrificação, nível baixo, óleo vencido, não apropriado, e vazamento do vedador do pinhão ou dos cubos de roda, podem causar sérios danos ao componente do diferencial. Todos os torques e ajustes aplicados deverão seguir as especificações da montadora.

Diagnóstico de falhas

Danos no conjunto do eixo diferencial podem ser causados pelas seguintes situações:

  • Aplicação incorreta;
  • Má operação do motorista;
  • Falta de manutenção;
  • Modificação do veículo ou do trem de força;
  • Incorreções no PTB – Peso Total Bruto e no PBTC – Peso Total Bruto combinado.

Os problemas podem ser causados por fadiga do eixo, fadiga por choque, dentes quebrados e quebra no anel do ajuste do lado do flange, entre outros defeitos provocados por desgaste natural ou por fatores externos.

O contato e a folga entre os dentes a coroa e os do pinhão são dois pontos a serem observados com atenção, pois podem aparecer trincas prematuras ou provocar ruído nos componentes.

Para evitar isso, o ajuste de profundidade se faz necessário devido ao posicionamento dos dentes do pinhão em relação aos dentes da coroa, onde o mesmo deve manter o contato centralizado entre os dentes, permitindo assim uma perfeita distribuição de carga, eliminando ruídos de mau acasalamento, evitando desgaste prematuro dos dentes e quebra dos mesmos.

Antes de iniciar a verificação, limpe completamente os dentes da coroa e pinhão.

Verificação de contatos

Se precisar, faça o ajuste de profundidade corrigindo o posicionamento dos dentes do pinhão em relação aos dentes da coroa. Isso manterá o contato centralizado entre os dentes, permitindo a perfeita distribuição de carga, eliminação de ruídos de mau acasalamento, desgaste prematuro dos dentes e quebra dos mesmos. Clique na imagem e assista o vídeo de orientação diretamente do Canal Spicer Brasil no Youtube.

O procedimento de ajuste de coroa e pinhão é extremamente importante. Dele dependerá o funcionamento silencioso e a durabilidade do diferencial. Componentes danificados por ajuste fora do especificado não são cobertos por garantia.

Pinte os dentes da coroa com uma diluição de pó xadrez e óleo de diferencial.

Freie parcialmente a coroa com uma alavanca, de modo que seja preciso uma torção para girar a flange do pinhão.

Gire o pinhão varias vezes nos dois sentidos, até obter uma impressão nítida nos dentes da coroa.

Compare e faça os ajustes necessários conforme tabela de contatos aprovados.

Em cada verificação, após o ajuste, pinte novamente os dentes da coroa.

Terminado o ajuste, limpe completamente os resíduos de pintura e finalize a montagem do conjunto adicionando o óleo especificado para cada tipo de eixo – convencional ou blocante.

Faça um teste de rodagem simulando as situações em aceleração e desaceleração.

Nos manuais Spicer você aprende como realizar o diagnóstico de falhas e verificação de contatos (Coroa e Pinhão).

Temos farta literatura técnica de apoio para realização dos serviços de reparação, com manuais para consulta, download ou impressão, explicando em detalhes as rotinas para identificação de falhas e os procedimentos para substituição e manutenção.

Acesse o site da marca Spicer e explore o amplo acervo técnico disponível para seu trabalho.

[geot country="BR"] [/geot] [geot country="AR"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.ar. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="CO"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.co. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="EC"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.danaecuador.com.ec. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot]