Começou o novo ano. Já fez o balanço na sua empresa?

Como foi seu resultado? Você cresceu, encolheu, ficou na mesma? E o seu estoque de peças, como está? Falta algo, sobra algo? Tem coisa para ser descartada? E sua equipe? Está qualificada? Precisa de mais treinamento? Falta gente? Essas e outras questões você precisa responder para ter um ano melhor

O Balanço Patrimonial é um relatório contábil que tem por objetivo avaliar a situação patrimonial e financeira de um negócio, em um determinado período de tempo – geralmente, 12 meses.

Com certeza, seu contador ou o responsável pela administração financeira do negócio já faz esse tipo de registro para avaliar como a empresa está indo. Na área de finanças, o balanço patrimonial procura visualizar a empresa e seus bens como um todo e é um dos documentos mais importantes do negócio.

Mas este não é o único balanço que sua empresa necessita.

Além de avaliar a situação financeira, equilibrando os recursos financeiros, despesas e patrimônio da empresa, existem outros balanços que você pode realizar neste começo de novo ano, identificando pontos como:

  • Imagem da empresa junto à comunidade e clientes;
  • Análise e adequação do estoque de peças, ferramentas e equipamentos;
  • Taxa de ocupação e capacitação da equipe;

Existem outras avaliações possíveis, mas vamos nos concentrar nestas três e ver o que é cada um destes balanços e como eles interferem nos resultados do negócio.

Balanço da imagem da sua oficina ou comércio de autopeças

Só existe um meio de saber realmente o que seus clientes e vizinhos pensam a respeito de sua empresa: perguntando para eles. Uma pesquisa anônima e rápida irá permitir traçar um quadro com cada um dos públicos: clientes, não clientes, ex-clientes e vizinhos.

É importante saber como cada um destes grupos enxergam sua loja ou oficina. Mas lembre-se, não é uma avaliação sobre como foram atendidos e sim como eles enxergam a sua empresa.

A pergunta chave é “Assinale as palavras que definem a empresa X”, com respostas positivas e negativas, tais como: confiança, preço alto, rapidez, suja…, assim mesmo, respostas positivas e negativas misturadas. É importante que em outras questões ele possa assinalar os pontos positivos separados dos negativos, mas no primeiro momento ele deve fazer uma fotografia crua e espontânea do seu negócio.

Importante: não fique bravo com as respostas. Pode ser a impressão que sua empresa passa e somente desta forma terá uma percepção clara disto e poderá tomar as providências para modificar o que é necessário.

Análise e adequação do estoque de peças, ferramentas e equipamentos

Você e seus funcionários com certeza já devem ter comentado que passam mais tempo na empresa que nas próprias casas. Até aí, nenhum problema. O problema é que nos habituamos com as práticas rotineiras e não questionamos se falta alguma coisa ou sobra alguma coisa.

Fazer uma avaliação das quantidades e da qualidade do estoque, das ferramentas e equipamentos que são utilizadas nas tarefas do dia-a-dia pode ser muito revelador.

Estoque de Peças – Faça um minucioso levantamento sobre o que possui em estoque. Pode haver itens desnecessários, peças em excesso, produtos com prazo de validade expirado ou próximo disso. Saiba o que tem sido utilizado, quando e com que frequência. Com essas informações, terá sua curva A, B, C dos itens em estoque.

Ferramentas e equipamentos – Proceda da mesma maneira. Veja quais as frequências de uso de cada ferramenta e/ou equipamentos e quem são os usuários mais constantes. Com essas informações, você pode orientar melhor sua equipe, identificar o que necessita de reparo, manutenção ou substituição e, até mesmo, novas aquisições.

Taxa de ocupação e capacitação da equipe

Esse é um ponto delicado do seu negócio: recursos humanos. Seus colaboradores são os responsáveis por trazerem resultados para o seu negócio, o problema é que esse resultado pode ser positivo ou negativo.

Antes de saber se sua equipe está adequada a seus serviços é preciso saber qual a capacidade de atendimento disponível na sua empresa. Sabendo qual seu volume máximo de serviços é possível avaliar se sua equipe está adequada, com excesso ou falta de pessoal.

Sabendo o tamanho necessário da equipe, resta saber se é possível melhorar sua capacidade de atendimento e quais as necessidades de treinamento, profissionais com outras qualificações e ajustar quadro de colaboradores, competências e vendas de serviços.

Avaliou e registrou, agora faça as correções necessárias.

  • Corrija o que precisa na comunicação, atendimento e aparência da sua empresa.
  • Elimine o que não precisa, adquira o que falta, conserte o que precise ser reparado.
  • Otimize e ajuste sua capacidade de atendimento e invista na melhoria e capacitação de sua equipe.

Como saber se deu resultado? Acompanhe o resultado mês-a-mês e veja no balanço patrimonial seguinte. Acabou? Não. Volte ao início deste texto e comece tudo de novo.

Balanço só é bom quando está em equilíbrio e isso só é possível corrigindo as forças atuantes a todo instante.

[geot country="BR"] [/geot] [geot country="AR"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.ar. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="CO"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.dana.com.co. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot] [geot country="EC"]

De acuerdo con su ubicación quizás le interese visitar www.danaecuador.com.ec. Si desea cambiar de país por favor haga click aquí.

[/geot]