PREMIAÇÃO: Divisão Dana conquista Prêmio Nacional da Qualidade

A divisão de cardans da Dana, de Gravataí, responsável pela fabricação de eixos cardans, cruzetas e colunas de direção Spicer, foi a vencedora do Prêmio Nacional da Qualidade – PNQ 2003 na categoria Grandes Empresas. O outro ganhador, na categoria Médias Empresas, foi o escritório de engenharia Joal Teitelbaum, de Porto Alegre. Com o reconhecimento da Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade, ambas foram elevadas automaticamente à condição de empresa de classe mundial.

Para a Dana, o reconhecimento externo, atestado por auditores extremamente capacitados, valida o trabalho pela busca da excelência que é realizado continuamente em suas unidades. Este foi o primeiro ano que a divisão de cardans submeteu-se à avaliação da fundação.

Outra unidade da Dana, a divisão de eixos leves, de Sorocaba (SP), também foi classificada como uma das finalistas do PNQ, pelo segundo ano consecutivo. Neste ano, 22 empresas submeteram-se ao processo, sendo definidas como finalistas também a Polibrasil Resinas S/A (SP), o SEBRAE (MS) e o SESI (BA).

Concedido pela Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade, o prêmio aponta as empresas que mais se destacaram na prática da excelência em gestão empresarial em 2003. As empresas passaram por uma rigorosa inspeção, na qual são analisados critérios como liderança, estratégia e planos, clientes, sociedade, informações e conhecimento, pessoas, processos e resultados.

De acordo com Elcio Aníbal de Lucca, presidente do Conselho Curador da FPNQ, o perfil das premiadas e finalistas comprova que o Brasil tem hoje uma cultura de Excelência em Gestão no mesmo estágio dos países mais desenvolvidos, pois os critérios do PNQ são considerados referência mundial.

A cerimônia de reconhecimento, com presença do presidente Lula, acontecerá no dia 17 de novembro no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.