MARATONA DANATUREZA: Ulbra também estará na competição

A Ulbra (Universidade Luterana do Brasil), de Canoas (RS), será uma das escolas participantes da Maratona DANAtureza, competição inédita no Brasil que vai premiar a equipe do veículo que conseguir percorrer a maior distância gastando a menor quantidade de combustível. Promovida pela Dana, e com apoio do Campo de Provas da Cruz Alta, da General Motors, a prova deverá reunir 11 equipes de estudantes de Engenharia de diversas faculdades do País, nos dias 30 e 31 de julho, em Indaiatuba (SP).


Essa é a primeira vez que os estudantes da Ulbra constroem esse tipo de carro econômico. Para Luiz Gertz, professor do curso de Engenharia Mecânica e orientador da equipe de Canoas, a criação do carro é um ótimo laboratório. “Os alunos entram para o curso de engenharia mecânica e se deparam com muita teoria, cálculos, física. Agora, eles têm a oportunidade de colocar a mão na graxa e, motivados pela maratona, dedicam-se ainda mais. É nesse contexto que surgem as melhores idéias”, destaca Gertz.


A equipe que participará da Maratona DANAtureza é formada por seis alunos do curso de Engenharia Mecânica da Ulbra, do 1º ao 3º ano. Os estudantes projetaram e estão construindo o modelo supereconômico – batizado de Camelo – de acordo com o regulamento da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e com investimento de cerca de R$ 5 mil. “O carro terá duas rodas dianteiras e uma traseira. Os alunos já solucionaram os problemas na embreagem e na transmissão e agora estão montando o sistema de direção, que será igual ao de um carro convencional”, conta o professor.


Os alunos da Ulbra começaram a projetar o carro quando a Dana e a FEI (Fundação Educacional Inaciana), faculdade de São Bernardo do Campo (SP), apresentaram às outras universidades a proposta de realização de uma competição. O intuito da instituição de Canoas é compartilhar conhecimento e apoiar o projeto da Dana, para que o evento reuna mais participantes no próximo ano.


A Maratona DANAtureza seguirá quase as mesmas regras da Shell Eco-Marathon, que acontece há mais de 20 anos na Europa. Segundo Luciano Pires, diretor de Comunicação Corporativa da Dana, a Maratona DANAtureza é uma excelente oportunidade de incentivar jovens engenheiros a buscar soluções para as questões ambientais. “Despertamos neles o interesse pelo desenvolvimento de novas tecnologias e de formas mais aerodinâmicas, visando a redução do consumo de combustível e das emissões de poluentes”, explica Pires.

A competição

A Maratona DANAtureza terá duração de dois dias e será realizada na pista circular do Campo de Provas da Cruz Alta. No primeiro dia, acontecem as avaliações de segurança, originalidade e design. A prova prática terá duração de cerca de duas horas e será cumprida no dia seguinte. Os carros precisarão completar quatro voltas na pista de 4,3 km e largarão com intervalos de um minuto.


Antes da corrida, os minitanques de todos os veículos são abastecidos com 250 cm³ de gasolina, sob a fiscalização de um comissário da CBA. A temperatura também é medida para corrigir a dilatação do combustível. No final do percurso, a quantidade de gasolina restante é aferida, considerando-se o peso e não o volume pois, como os protótipos chegam a atingir temperaturas de até 50°C, o combustível pode dilatar-se. Em seguida, aplicando uma regra de três, calcula-se o número de quilômetros que o carro percorreria com um litro.