Joseph M. Magliochetti

Cerca de 1.400 pessoas, entre familiares, amigos, colegas de trabalho e líderes da comunidade de Toledo compareceram à despedida de Joe Magliochetti, chairman e CEO da Dana Corporation, realizada dia 26 na histórica cadetral de St. Patrick , nos Estados Unidos.

Liderança, estilo de administração informal e objetivo e a valorização dos relacionamentos pessoais. A atuação de Joe Magliochetti como chairman e CEO da Dana Corporation foram muito além dos limites da empresa e da comunidade.

Joseph M. “Joe” Magliochetti, 61, faleceu na segunda-feira, 22 de setembro de 2003, vítima de doença grave e repentina. Faleceu em paz, na companhia de sua esposa e filhos.

Magliochetti atuou como Presidente do Conselho de Administração e Presidente Executivo (CEO) da Dana Corporation, mas para muitos funcionários a Dana ele era conhecido simplesmente como “Joe Mag”. E a informalidade desse apelido combinava com o estilo de administração pessoal e afetuoso que ele possuía e com os relacionamentos duradouros que cultivava com pessoas do mundo todo.

Marido e pai devotado e carinhoso, Joe viveu 37 anos casado com sua namorada de tempo de escola, Kathleen, e tinha orgulho de ser o pai de Amy (Dr. Matthew) Bowes, Joseph (Courtney) Magliochetti e Andrew Magliochetti, e avô de Emma Bowes.

Joe nasceu em Chicago, Illinois, freqüentou a University of Illinois e serviu vários anos no United States Marine Corps Reserve (a Reserva dos Fuzileiros Navais Norte-Americanos). Iniciou sua carreira na indústria automotiva na Victor Manufacturing Company de Chicago, em 1966, como trainee de administração. Com a aquisição da Victor pela Dana Corporation em 1967, conquistou uma série de promoções, atuando em diversas divisões da Dana. No início dos anos 80, atuou como presidente da Dana Europa, com responsabilidade por todas as operações da empresa na Europa e Oriente Médio. Em 1985, retornou aos Estados Unidos como vice-presidente do grupo para as operações norte-americanas. Foi promovido a presidente da Dana Corporation, em 1996, e eleito para o Conselho de Administração da empresa no final do mesmo ano. Em 1997 foi eleito Chief Operating Officer. Em 1999, foi nomeado Presidente e CEO da Dana. E no ano seguinte passou a ser o sexto presidente do conselho de administração (chairman) da Dana Corporation.

Juntamente com seus serviços à Dana, Joe exerceu papel de liderança em muitas iniciativas cívicas e profissionais, tanto em âmbito local como nacional. Atuou nos conselhos de administração da BellSouth e da CIGNA Corporation, tendo participado anteriormente do conselhos da AMP e Cooper Tire and Rubber. Foi também membro do U.S Business Roundtable e de seu Comitê de Políticas, além de membro e ex-chairman da National Association of Manufacturers (NAM) e membro do Conselho Comercial EUA-Japão e do Comitê de Intercomunicação MEMA/JAMA para o desenvolvimento das relações comerciais automotivas com o Japão. Em 2002, Mr. Magliochetti recebeu Menção do Automotive Hall of Fame por Distinção em homenagem a suas contribuições para a indústria automotiva bem como o Prêmio Triangle da MEMA, que reconheceu sua liderança e defesa em prol da indústria.

Localmente, Joe participou ativamente de inúmeras organizações comunitárias, inclusive a United Way of Greater Toledo, na qual atuou como Presidente da Campanha para a Área de Toledo em 2002. Foi também presidente do conselho da Toledo Symphony, presidente do conselho do St. Vincent Medical Center e membro dos conselhos de administração do Toledo Museum of Art e Center of Science and Industry (COSI). Presidiu ainda a Dana Foundation, ajudando a conduzir as contribuições da empresa à comunidade.

Família e amigos guardarão sempre a lembrança de seu apurado senso de humor, sua natureza generosa e seu compromisso de viver a vida com integridade e humildade. Sua dedicação em ajudar aos outros será lembrada com saudade, em especial pelos jovens que ele acolheu como amigo e mentor durante toda a sua vida.

Em sua vida privada, Joe gostava de reunir parentes e amigos na casa da família no Norte de Michigan, onde seu espírito alegre será sempre lembrado.

Joe havia perdido a mãe, Antoinette, e o pai, Joseph. Além de sua esposa, filhos e netos, Joe deixa suas irmãs, June Kriviskey, Diane (John) Wollney e Betti Dusik.