Feira do livro em Braille é vencedora da votação popular do Prêmio Fato Literário, da RBS

Foram anunciados ontem em Porto Alegre (RS) os vencedores do Prêmio Fato Literário, promovido pela Rede Brasil Sul de Comunicação – RBS. A Feira do Livro em Braille da Escola Estadual Cônego Paulo de Nadal, um projeto apoiado pela Dana, recebeu o prêmio da votação popular, de R$ 10 mil (júri popular). O outro prêmio, de R$ 40 mil, foi concedido à Oficina de Criação Literária da PUC-RS. O Prêmio Fato Literário acontece anualmente, culminando na Feira do Livro de Porto Alegre, prestando reconhecimento e premiando a instituição, personalidade, obra ou evento que, por sua qualidade e relevância, tenha se destacado e marcado fortemente o cenário da literatura no Rio Grande do Sul. A cada edição são dois projetos premiados, escolhidos por um júri formado por personalidades e representantes de entidades ligadas ao meio literário e por meio de votação popular, por cupons e Internet, pelo site do prêmio – www.clicrbs.com.br/fatoliterario/.

Este projeto é parte de uma ação maior. Na Escola Estadual Cônego Paulo de Nadal, na zona sul de Porto Alegre, existe uma Sala de Recursos que atende a deficientes visuais, para que eles freqüentem as aulas normalmente com os demais colegas. A escola atende 12 alunos com deficiência visual. O principal objetivo é a inclusão social e cultural destes alunos, que têm todo o material didático e provas decodificado em Braille; além de livros didáticos e obras de ficção.

O Prêmio Fato Literário reconheceu a Feira do Livro em Braille, que neste ano teve sua 3ª. edição, com o lançamento de nove livros em Braille. Mas o acervo, obviamente, precisa crescer. A Dana ajudou a produzir dois livros em braille: “Lendas Brasileiras”, que lançamos em 1989; e o livro de culinária “O Mágico Mundo dos Sabores”, também em impressão tradicional, que será vendido para angariar fundos para a escola.

“Como cidadãos, acreditamos na diversidade, no livre acesso às informações, em não discriminar, em investir igualmente em todos, independente do credo, raça, condição social ou física. E como membros de uma empresa, temos oportunidades de afirmar estas crenças apoiando iniciativas como a do pessoal da Cônego Paulo de Nadal”, afirmou Jader Hilzendeger, vice-presidente de Operações na América do Sul.

Para conhecer mais sobre este projeto e outros tantos apoiados pela Dana acesse www.dana.com.br/social .