DANA 100 ANOS: O Museu da Tecnologia da Ulbra apresenta o Jaguar MK VII

Na edição de hoje, o Canal Dana revela a história do Jaguar MK VII, um dos modelos expostos no Museu da Tecnologia da Ulbra. Como parte de seus programas culturais, a Dana firmou uma parceria e apoia o museu, que possui um dos mais importantes acervos automobilísticos da América Latina e um dos maiores do mundo, localizado na cidade de Canoas (RS).

A Jaguar está entre as marcas que dispensam apresentações, sendo bastante conhecida e admirada pelos apaixonados por carros no Brasil. Em 1950, a empresa inglesa lançou o MK VII (lê-se mark seven), de quatro portas e câmbio manual de quatro marchas. Três anos mais tarde, a fabricante, visando principalmente o mercado americano, passou a oferecer o modelo também com opção de câmbio automático de três marchas – da marca Borg and Warner.

O MK VII era equipado com motor de 160 hp de potência, alimentado por dois carburadores SU H6. Em setembro de 1954 o carro recebeu várias alterações, como os pára-choques e os faróis que ganharam novos desenhos e ficaram mais modernos. O motor também foi retrabalhado e, apesar de manter a mesma cilindrada (3.442 cc) ganhou mais força e passou a oferecer 190 hp.

O carro do Museu da Tecnologia da Ulbra é do ano de 1952, com motor de 160 hp e mesma configuração básica dos primeiros MK VII produzidos entre 1950 e setembro de 1954.

Veja as fotos do Jaguar 1952 clicando aqui.

A história da Dana se funde com a da indústria automobilística. A cruzeta, uma junta universal que é a base da solução de tração inventada e patenteada por Clarence Spicer há 100 anos, segue movendo veículos em todo o planeta, e a busca constante por inovação segue norteando nossas ações, integrando sistemas, otimizando recursos e fazendo nossos clientes vencerem. Para comemorar o nosso centenário, trazemos para você carros do incrível Museu de Tecnologia da Ulbra, do Rio Grande do Sul, verdadeiros ícones de uma paixão que movimenta o mundo. Dana, 100 anos trazendo tecnologia até você.