DANA 100 ANOS: Ferrari Dino 1971

Há alguns anos, a Dana firmou uma parceria com o Museu da Tecnologia da Ulbra, localizado na cidade de Canoas (RS), visando apoiar um dos mais importantes acervos automobilísticos da América Latina e um dos maiores do mundo. Hoje o Canal Dana vai mostrar o Dino 1971 pertencente ao museu.

O modelo Dino nasceu em 1965 como protótipo e recebeu este nome para homenagear o filho de Enzo Ferrari, morto ainda jovem. Com desenho Pininfarina, o veículo começou a ser produzido em 1967, com o 206 GT. Por ter motor V6, para muitos, não era um legítimo representante da marca do Cavallino Rampante. Mas se alguém duvidasse da nobre origem desse carro, bastava ouvir o ronco de seu motor, posicionado na parte central do Dino.

O câmbio é traseiro, com cinco velocidades. Os freios a disco, na dianteira e traseira e, como um autêntico Ferrari, tem a carroceria fixada a um chassi tubular. Com velocidade máxima de respeitáveis 228 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h, em aproximadamente 7,5 segundos, poucos carros eram tão rápidos.

Quer ver fotos e saber mais detalhes sobre o Dino 1971? Então, clique aqui.

A história da Dana funde-se com a da indústria automobilística. A cruzeta, uma junta universal que é a base da solução de tração inventada e patenteada por Clarence Spicer há 100 anos, segue movendo veículos em todo o planeta, e a busca constante por inovação continua norteando nossas ações, integrando sistemas, otimizando recursos e fazendo nossos clientes vencerem. Para comemorar o nosso centenário, trazemos para você carros do incrível Museu de Tecnologia da Ulbra, do Rio Grande do Sul, verdadeiros ícones de uma paixão que movimenta o mundo. Dana, 100 anos trazendo tecnologia até você.