Aqui tem Dana: Top 5 no Prêmio Benchmarking Brasil 2016

Dana conquista pela segunda consecutiva o Prêmio Benchmarking Brasil. A fabricante ficou entre os cinco principais projetos com o case Zero Efluentes em seu complexo industrial de Gravataí, no Rio Grande do Sul.

Com o projeto “Zero efluentes – Dana inova e otimiza processos, ajudando a recuperar o Rio Gravataí”, a Dana não lança efluentes no Rio Gravataí desde 2015. O efluente no complexo onde trabalham 1.200 pessoas é composto por 60% de efluente cloacal e 40% industrial. Era tratado principalmente para remoção de nitrogênio amoniacal, fósforo e potássio. O enfoque inovador vem da constatação de que este agente poluidor da água é também um poderoso fertilizante, sendo que o esgoto é considerado por muitos países o “ouro negro”. Este efluente, depois de devidamente tratado e neutralizado, passa a irrigar o solo de nove áreas no complexo industrial de Gravataí, um projeto licenciado pela FEPAM/RS, que além de contribuir para a recuperação do Rio Gravataí, chega ao aquífero profundo completando o ciclo da água.

Segundo Luís Pedro Ferreira, responsável por Relações Institucionais da Dana para a América do Sul, o objetivo da empresa é apresentar soluções ambientais dentro de nossos processos de fabricação de componentes. “Uma empresa, além de respeitar o meio ambiente por princípio, deve buscar formalmente e constantemente a redução do impacto ambiental de suas operações. Com muito orgulho estamos novamente entre as principais organizações do nosso país apresentando nosso case, ainda mais por sermos a única empresa do setor metalmecânico. Nossas equipes de gestão ambiental e manufatura estão sempre dedicados a esta busca e obter reconhecimento formal externo em um Prêmio do porte do Benchmarking Brasil é motivo de orgulho e inspiração, fortalecendo nossas crenças. Que o louvável compartilhamento destas práticas também inspire o desenvolvimento de mais e mais organizações de modo que, junto com o poder público e demais membros da sociedade, sigamos na imprescindível melhora de nossas práticas de saneamento básico, processos produtivos e uso dos recursos”, avalia o executivo.

Esta foi a 14ª edição do Prêmio Benchmarking Brasil. Em 2015 a Dana já havia sido reconhecida entre as Top 10 com o case de Reciclagem de Borracha também em Gravataí. O case apresentado foi o único dentre os 5 mais bem pontuados que não era sobre energia elétrica. Os cases premiados que ficaram entre os Top 5 foram de organizações de grande porte, como Itaipu, Ceagesp, CEF e Furnas.