Kleiton, Kledir e Vitor Ramil

Kleiton, Kledir e Vitor Ramil

Deu pra ti, baixo astral

Kleiton e Kledir, Vitor Ramil e Orquestra de Câmara da Ulbra. Imagem: Marcos Massa

Família que toca unida permanece unida? Se depender dos Concertos Dana, pode apostar que sim. Em 2003, a Orquestra da Ulbra recebeu os irmãos Kleiton, Kledir e Vitor Ramil para uma apresentação histórica.

Kleiton e Kledir, os mais velhos, já eram conhecidos há muito tempo por canções como “Maria Fumaça” e “Deu pra Ti”, quando Vitor, o caçula da família, surgiu com seu brilhante disco de estréia, “Estrela, Estrela”, em 1981, com apenas 18 anos. Antes disso, eles haviam aberto o caminho na música brasileira com o grupo Almôndegas.

Quando os três aceitaram o convite para uma apresentação dos Concertos Dana, o clima de celebração se tornou inevitável desde muito antes do espetáculo se concretizar. Quando chegou a hora do show, tudo se confirmou. Vitor tocou suas milongas modernas com a Orquestra, Kleiton e Kledir cantaram seus inegáveis sucessos e, a certa altura, os três se reuniram para cantar juntos, passando à platéia o mesmo clima de encantamento total que estava acontecendo no palco.

O sangue falou mais alto. A poesia coroou a noite.