DOCUMENTÁRIOS DE JEAN MANZON RECUPERADOS COM PATROCÍNIO DA DANA JÁ PODEM SER VISTOS NA INTERNET

A partir de hoje (20), quatro dos 23 documentários de Jean Manzon recuperados com o patrocínio da Dana já podem ser assistidos na Internet pelo site www.dana.com.br/historia. A restauração e disseminação das mais significativas produções sobre o parque automotivo nacional são parte do projeto histórico de comemoração dos 60 anos da Dana no Brasil e dos 50 anos da indústria automobilística brasileira.

Os documentários disponíveis no site são: “A Luta pelo Transporte em São Paulo”, de 1952; “Brazil Third Force in the Automotive Industry”, de 1959, que mostra a consolidação da indústria automobilística no Brasil; “Coluna Norte”, sobre a Caravana de Integração Nacional, realizada em 1960; e “Drama ao Amanhecer”, sobre o lançamento da Vespa em 1962, uma nova solução para a locomoção. Até o início de 2007, todos os documentários estarão no hotsite da Dana.

Ao longo de cinco décadas, o premiado fotógrafo e cineasta Jean Manzon acompanhou os principais passos que transformaram o país agrícola dos anos 50 em uma nação urbana solidamente industrializada. Em seus documentários sobre a indústria automobilística brasileira, voltam à cena imagens raríssimas, como a vida na “Cidade FNM”; a criação do Aero-Willys 2600, o primeiro veículo projetado no Brasil; o I Salão do Automóvel; os testes em Interlagos e a produção nas fábricas. Nada escapou ao olhar de Jean Manzon e à narração de Luiz Jatobá.

Como parte do plano de disseminação desse conteúdo, além dos filmes na Internet, a Dana doará cópias com acesso livre ao público para museus, centros de documentação, clubes de antigomobilismo e instituições voltadas à preservação da história dos transportes.

Abaixo, seguem informações detalhadas sobre a Dana, Jean Manzon e os filmes recuperados.

SOBRE A DANA

Fundada nos Estados Unidos em 1904, a Dana é um dos principais fornecedores de componentes para as montadoras de automóveis, veículos comerciais, máquinas agrícolas e de construção. Chegou ao Brasil com a aquisição da Albarus, criada em 1947. Atualmente, possui fábricas em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

É uma das empresas que mais investe na preservação da memória da indústria automobilística brasileira. Nos últimos anos, patrocinou o resgate histórico, lançamento de livro e o restauro dos carros da Fittipaldi, a única equipe do Brasil a disputar a Fórmula 1.

JEAN MANZON

O francês Jean Manzon chegou ao Brasil em 1940, aos 25 anos, depois de trabalhar no jornal France-Soir, na revista Paris-March e para o serviço cinematográfico da Marinha Francesa.

Primeiro atuou no Departamento de Imprensa e Propaganda do Estado Novo de Getúlio Vargas. Entre 1943 e 1952, fotografou para a revista O Cruzeiro, numa parceria com o jornalista David Nasser que marcou época. Em 1952, criou sua produtora cinematográfica e tornou-se o maior expoente do documentário brasileiro.

Manzon revelou aspectos até então desconhecidos do país e, ao mesmo tempo, foi capaz de resgatar o que era comum sob novos pontos de vista. Nos legou uma rica iconografia que abrange os mais diversos temas: nações indígenas (em viagens com os irmãos Villas Boas), tipos humanos regionais, natureza, cidades, indústrias, carnaval ou problemas sociais.

Por seus trabalhos, recebeu 11 prêmios nacionais e internacionais, dentre eles, o “Gran Prix” da Bienal Internacional de Veneza, o ”Leão de Ouro” em Paris e o “Award Festival Industrial” de Chicago. Suas fotografias fazem parte dos acervos do MASP – Museu de Arte de São Paulo e do Centro Português de Fotografia.

Jean Manzon morreu no Rio de Janeiro em 1990. A Acervo Cultural Brasil adquiriu sua coleção pouco depois e iniciou os trabalhos de pesquisa, catalogação, manutenção, restauração e digitalização dos 752 documentários e mais de 17 mil negativos fotográficos. A Dana integra o grupo de empresas que apóia o projeto, com base na Lei Federal de Incentivo à Cultura.

OS FILMES RECUPERADOS PELO PROJETO DANA-MANZON

1) A LUTA PELO TRANSPORTE EM SÃO PAULO

Produção: 009

Ano: 1952

Duração: 10 minutos

Filme: P&B

Numa época anterior à instalação da indústria automobilística, o transporte era um grande problema a se resolver em São Paulo, a cidade que mais crescia no mundo. Para enfrentar o desafio, a CMTC – Companhia Municipal de Transportes Coletivos, investia em todas as frentes e produzia de tudo um pouco nas suas amplas oficinas.

2) O BANDEIRANTE DE HOJE

Produção: 118

Ano: 1958

Duração: 9 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Esse “bandeirante” é o Jeep, um dos grandes pioneiros da indústria automobilística nacional. O modelo é visto em todas as situações, do céu ao campo. Um momento especial do documentário é a inauguração da fábrica da Willys Overland pelo presidente Juscelino Kubitschek e o governador paulista Jânio Quadros.

3) UMA INDÚSTRIA QUE LIDERA O PROGRESSO

Produção: 157

Ano: 1959

Duração: 10 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Obs.: Legendado (não foi possível recuperar o áudio original)

O documentário retrata os primeiros anos da indústria automobilística brasileira, desde o processo de obtenção das matérias-primas e produção do aço até a grande transformação realizada nas linhas de produção das montadoras Willys Overland e Fábrica Nacional de Motores.

4) BRAZIL THIRD FORCE IN THE AUTOMOTIVE INDUSTRY

Produção: 166

Ano: 1959

Duração: 10 minutos

Filme: P&B

Narração: Derek Wheatley (em Inglês)

Produzido para o Governo Federal, que o utilizou como ferramenta de propaganda internacional, o documentário destaca a consolidação da indústria automobilística no Brasil. As operações da Fábrica Nacional de Motores, Willys Overland e Mercedes-Benz são apresentadas como exemplos dessa nova realidade.

5) TÉCNICA, CHAVE DA ECONOMIA

Produção: 180

Ano: 1959

Duração: 6 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Obs.: Legendado (não foi possível recuperar o áudio original)

A antiga montadora DKW-Vemag e seus inconfundíveis modelos com motores de 2 tempos são retratados em todos os detalhes. Acompanhe os testes no Autódromo de Interlagos, a resistência do jipe Candango, a produção dos motores e a montagem das versões sedan e perua.

6) COLUNA NORTE

Produção: 196

Ano: 1960

Duração: 9 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Obra-prima de Jean Manzon sobre a indústria automobilística brasileira, retrata a viagem de 2.160 km, entre Belém e Brasília, realizada pela “Caravana de Integração Nacional”. O grande momento é a chegada do presidente Juscelino Kubitschek à cidade, de bandeira em punho, a bordo de uma Romi-Isetta.

7) FEIRAS

Produção: 215

Ano: 1961

Duração: 8 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

O Parque do Ibirapuera, na cidade de São Paulo, foi o grande palco das feiras de negócios nas décadas de 50 e 60. Saiba mais sobre esses eventos, as grandes inovações que trouxeram e veja quais foram as atrações que fizeram o sucesso da primeira edição do Salão do Automóvel, realizado em 1960.

8) NA TRADIÇÃO DE SANTOS-DUMONT

Produção: 228

Ano: 1961

Duração: 9 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Produzido para a FAB – Força Aérea Brasileira, o documentário resgata imagens raríssimas de Alberto Santos-Dumont, como as experiências em balões pelos céus de Paris, o vôo do 14 bis (feito que o consagrou como inventor do avião) e a condecoração como “Gran Oficial da Legião de Honra” na França.

9) DRAMA AO AMANHECER

Produção: 234

Ano: 1962

Duração: 8 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

A exemplo de hoje, não era fácil o dia-a-dia de um trabalhador brasileiro dos anos 60. Morando longe, o trem sempre lotado, o implacável relógio de ponto… Mas a solução chega em duas rodas. É a Vespa, a primeira motocicleta fabricada no Brasil, uma iniciativa da montadora carioca Panauto em associação com a Piaggio italiana.

10) COMO NASCEU O PRIMEIRO CARRO BRASILEIRO

Produção: 296

Ano: 1962

Duração: 8 minutos

Filme: P&B

O Aero-Willys 2600 entrou para a história da indústria automobilística brasileira como o primeiro modelo totalmente desenhado no país. Acompanhe esses dois anos de intenso trabalho. Os primeiros desenhos, a modelagem, os trabalhos de engenharia, a produção das ferramentas, os testes e, finalmente, o grande lançamento.

11) VENCEU O BRASIL

Produção: 306

Ano: 1962

Duração: 9 minutos

Filme: Colorido

Narração: Luiz Jatobá

Empregando 10.000 funcionários e fabricando 6.000 veículos por mês, a Willys Overland se destacava como uma das maiores montadoras brasileiras dos anos 60. Acompanhe a produção dos seus diversos modelos (inclusive a montagem artesanal dos esportivos Interlagos) e veja as berlinetas “em ação” na pista de Interlagos.

12) INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

Produção: 376

Ano: 1964

Duração: 9 minutos

Filme: Colorido

Narração: Luiz Jatobá

A antiga montadora brasileira DKW-Vemag é o grande destaque. Toda a linha de produtos da marca é mostrada fase a fase. Da produção das ferramentas, pneus e motores até a linha de montagem. Ou como era o treinamento da rede autorizada. A aprovação final nos testes de laboratório, campo ou numa corrida em Brasília.

13) UMA INDÚSTRIA QUE LIDERA O PROGRESSO. A LINHA DE MONTAGEM

Produção: 377

Ano: 1964

Duração: 9 minutos

Filme: P&B

Você sabia que, desde 1949, existia no Brasil uma montadora de caminhões onde palavras como participação nos resultados, comissão de prevenção de acidentes, atendimento médico, moradia e escola faziam parte do dia-a-dia? Essa era a estatal Fábrica Nacional de Motores, retratada em todos os detalhes nesse documentário.

14) FAZ PARTE DA VIDA BRASILEIRA

Produção: 380

Ano: 1964

Duração: 7 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

Produzido em homenagem à indústria automobilística nacional, enfoca a produção de veículos desde a extração do ferro e produção do aço até a montagem final de modelos como o Jeep e Aero-Willys. A indústria de autopeças ocupa um lugar de destaque, representada pela Fabrini (molas) e Cofap (amortecedores).

15) DE UM DIA PARA O OUTRO

Produção: 386

Ano: 1964

Duração: 9 minutos

Filme: P&B

Narração: Luiz Jatobá

É com um retrato do Brasil de tempos atrás, atrasado e dependente, que se inicia esse documentário. O cenário desfavorável muda completamente com a chegada do mais popular carro da história: o Fusca. Acompanhe o modelo ser montado, etapa a etapa, na grandiosa fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo.

16) O CAMINHO DO PROGRESSO

Produção: 401

Ano: 1965

Duração: 9 minutos

Filme: Colorido

Narração: Alberto Curi

Um estranho caminhão, sueco, laranja e movido a diesel, rapidamente conquista os motoristas brasileiros e se torna o “Rei da Estrada”. Para entender essa história de sucesso, acompanhe a trajetória da Scania-Vabis em nosso país e descubra como eram produzidas essas máquinas que, até hoje, cruzam as nossas estradas.

17) UMA VISÃO FANTÁSTICA

Produção: 459

Ano: 1967

Duração: 8 minutos

Filme: Colorido

A grande estrela é o Ford Galaxie, o primeiro carro da marca totalmente produzido no Brasil. Embarque nesse verdadeiro “túnel do tempo” e acompanhe cada detalhe do projeto, desde a complexa rotina de testes da época, passando pela produção dos motores e estampagem, até conferir a finalização das primeiras unidades.

18) A UNIÃO FEZ A FORÇA

Produção: 490

Ano: 1967

Duração: 9 minutos

Filme: Colorido

Narração: Alberto Curi

A união entre dois gigantes da indústria automobilística brasileira da época, Ford e Willys Overland, foi motivo de grande agitação. Feito para desfazer qualquer boato, o documentário mostra que a nova empresa está mais sólida do que nunca. A única limousine nacional de série, o Itamaraty Executivo, encerra em grande estilo.

19) A GRANDE ESCALADA

Produção: 546

Ano: 1970

Duração: 8 minutos

Filme: Colorido

Uma nova fase chega ao campo e às cidades. Tempos de maior produtividade, menor esforço e uma lucratividade nunca vista. Mas qual é a causa dessa grande revolução? Descubra em cada etapa de produção das colheitadeiras, tratores e equipamentos de construção da pioneira marca Massey Ferguson.

20) BOA VIAGEM PELAS NOVAS ESTRADAS

Produção: 554

Ano: 1971

Duração: 9 minutos

Filme: Colorido

O mais moderno centro de pesquisas em engenharia automobilística do país acaba de ser inaugurado pela Ford. Iniciando suas atividades, os modelos Corcel e Belina são submetidos a uma exaustiva bateria de testes. Mas também há espaço para a “descontração”, como a realização de um show de acrobacias no Rio de Janeiro.

21) É TEMPO DE CONSTRUIR

Produção: 561

Ano: 1971

Duração: 10 minutos

Filme: Colorido

No Brasil do “Milagre Econômico”, os equipamentos de construção não param. Dos grandes centros à selva amazônica, uma máquina Caterpillar está sempre em ação. Conheça o cotidiano da fábrica e o grande desafio de garantir a melhor assistência técnica e o fornecimento de peças mesmo nos lugares mais remotos.

22) NOSSO PEQUENO 1800

Produção: 594

Ano: 1972

Duração: 10 minutos

Filme: Colorido

A Chrysler se instalou pela primeira vez no Brasil em 1967, após comprar a francesa Simca. Após cinco anos, era a hora de fazer grandes reformas para a chegada de um pequeno modelo. Nesse documentário, acompanhe todo o desenvolvimento do Dodge 1800, dos testes iniciais ao lançamento no Salão do Automóvel.

23) O INVESTIMENTO TECNOLÓGICO

Produção: 640

Ano: 1974

Duração: 18 minutos

Filme: Colorido

Uma nova fábrica da Ford entra em operação no Brasil. Uma unidade moderna, onde assuntos como automação e respeito ambiental já fazem parte do dia-a-dia. Instalada na cidade paulista de Taubaté, produz os motores 2.3 OHC de quatro cilindros, utilizados pelos modelos nacionais e exportados para diversos países.