Dana fornecerá tecnologia de vedação para o novo Renault Sandero

A divisão de sistemas de vedação da Dana, localizada no complexo industrial da empresa em Gravataí (RS), vai fornecer componentes para o novo Renault Sandero, versão hatch do Logan. O modelo top de linha, com motorização 1.6 16V, será equipado com protetores termoacústicos (TAPS – thermal acoustical protective shields) e juntas multicamadas MLS (multilayer steel) produzidos pela Dana

Os TAPS têm como principal função o isolamento térmico, para proteger os componentes do motor sensíveis ao calor, como peças plásticas e unidades eletrônicas. Como a plataforma do Sandero/Logan conta com um coletor de escapamento exclusivo, o projeto de TAPS da Dana para o modelo é totalmente novo, desenvolvido de forma integrada pela unidade brasileira e o Centro Mundial de Desenvolvimento em Vedação do grupo na Alemanha.

Diferente da maioria dos fabricantes, que equipam seus motores com apenas um protetor termoacústico, na parte superior, a Renault utiliza dois TAPS, um inferior e outro superior. Dessa forma, o coletor de escapamento fica encapsulado entre os dois componentes, o que reduz ainda mais o ruído e a temperatura no compartimento do motor.

“A Renault é um cliente especial para a linha de TAPS da Dana no Brasil. Foi um negócio com a montadora francesa que garantiu o início da produção desse tipo de produto no País, no ano 2000. Nossos primeiros TAPS nacionais começaram a ser fornecidos para a Renault em 2001”, declara Paulo Nunes, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios para a América do Sul.

No Brasil, a Dana foi pioneira na fabricação da nova geração de TAPS, formados por um sanduíche de chapas de aço aluminizado com composto isolante. Até então, os fornecedores locais produziam apenas defletores feitos de chapa de aço estampado, que apresentavam baixo isolamento térmico e produziam ruído extra no motor. Os TAPS desenvolvidos pela Dana proporcionam isolamento térmico até 90” superior, além de garantir também isolamento acústico.

As juntas MLS fornecidas para o Sandero equipam também todos os outros motores 1.6 16V da marca Renault, como os da linha Mégane. Com duas camadas de chapas de aço inox, revestidas por uma cobertura de elastômero especial, as juntas MLS são mais compactas, leves, dispensam a necessidade de reaperto do cabeçote e apresentam alto poder de vedação, mesmo em condições extremas de operação.

Sobre a Dana Corporation

A Dana é um fornecedor líder de tecnologias para transmissão, chassis, estruturas, vedação e gerenciamento térmico. A base de clientes da companhia inclui todos os maiores fabricantes mundiais dos segmentos automotivo, de veículos comerciais e fora-de-estrada, que, em conjunto, produzem mais de 65 milhões de veículos a cada ano. Sediada em Toledo, Ohio, nos Estados Unidos, a Dana emprega cerca de 35.000 colaboradores em 28 países e obteve vendas de US” 8,5 bilhões em 2006, com mais de metade desta receita proveniente das operações de fora dos Estados Unidos.

Na América do Sul, a Dana registrou em 2006 vendas de US” 1,2 bilhão e está presente na Argentina, Brasil, Colômbia, Uruguai e Venezuela. No total, são 27 operações que empregam 7.400 pessoas. Em 2007, a Dana completa 60 anos de investimentos no Brasil, onde mantém 15 unidades industriais e dois Centros de Serviços Compartilhados em Gravataí (RS), Diadema, Osasco, São Paulo, Sorocaba, Taubaté (SP) e Campo Largo (PR), com 3.800 colaboradores e vendas anuais de R” 1,2 bilhão. O endereço da Dana na internet é www.dana.com.br.