Com apoio da Dana, Museu de Arte Moderna de São Paulo amplia acessibilidade para portadores de necessidades especiais

Parceira do MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo desde 2006, a fabricante de componentes automotivos Dana contribuiu para ampliar a acessibilidade do museu para portadores de necessidades especiais. Utilizando recursos da Lei Rouanet, patrocinou a instalação de uma plataforma elevatória que permite que usuários de cadeiras de rodas tenham livre acesso à ala principal da instituição, chamada de Grande Sala.

Desde o ano passado, o MAM promove uma série de mudanças e adaptações para tornar mais fácil e agradável a visita dos portadores de necessidades especiais, como a instalação do piso tátil de alerta para deficientes visuais e a contratação de monitores que conhecem a linguagem de sinais. “Acreditamos em investimentos estratégicos que ampliem o acesso à cultura para o maior número de pessoas, sem julgamento de valor. Investimos em cultura e nos valores do nosso país há mais de 20 anos e os museus como o MAM exercem um papel vital ao iluminar o caminho à cultura como forma de afirmação da cidadania”, declara Luciano Pires, diretor de Comunicação Corporativa da Dana.

A plataforma elevatória foi instalada próximo ao hall de entrada do MAM, onde existe uma escada com cinco degraus. Antes, os usuários de cadeiras de rodas tinham que receber ajuda para subir os degraus ou dar a volta passando por dentro do restaurante. O novo equipamento permite que o cadeirante tenha livre acesso a todas as dependências do museu e se movimente entre os pavimentos com segurança e independência.

Situado no Parque do Ibirapuera, maior área verde de São Paulo e um dos lugares mais visitados da cidade, o MAM é um dos principais pólos culturais da América Latina. O local abriga um acervo com mais de 5.000 obras, entre pinturas, gravuras, esculturas, vídeos, objetos e desenhos.