NISSAN XTERRA COM TECNOLOGIA EM TORQUE E TRAÇÃO DANA

O utilitário-esportivo Xterra, mais novo lançamento da Nissan, é equipado com sistemas de torque e tração Dana. O cardan e o eixo diferencial traseiro do veículo são produzidos por duas diferentes divisões da empresa, localizadas nas cidades de Gravataí (RS) e Sorocaba (SP), respectivamente. A picape Frontier, lançada em junho de 2002, também possui os eixos fabricados pela Dana.
“Fornecer para uma empresa tão exigente quanto a Nissan é uma prova do reconhecimento da qualidade dos produtos Dana. Fomos escolhidos para equipar os dois últimos lançamentos da montadora no Brasil com sistemas de transmissão de força, fundamentais para o desempenho dos veículos”, afirma Harro Burmann, vice-presidente de Manufatura das operações de Tecnologias em Tração, Torque e Suspensão Mercosul do Grupo de Sistemas Automotivos da Dana.
A divisão de Gerenciamento de Torque, de Gravataí (RS), fornece cardans com juntas universais que dispensam manutenção. Com esta tecnologia, o proprietário não precisa se preocupar em lubrificar o eixo cardan ao longo de toda a vida útil do componente.
Outro destaque é o novo conceito de mancal central. Desenvolvido pela Nissan, permite a movimentação axial do eixo cardan, o que elimina a necessidade de peças deslizantes no cardan (como luva e ponteira). O balanceamento preciso também proporciona uma “rolagem” mais suave, reduzindo os níveis de ruído e vibração do veículo. A unidade da Dana recebe os mancais centrais e faz a montagem nos cardans, conforme especificações extremamente precisas.
Já os eixos diferenciais traseiros, com o sistema Trac-Lok, são fornecidos pela divisão de Tecnologias em Tração da Dana, localizada em Sorocaba (SP). Os componentes apresentam como principais inovações o sistema de freio ABS com sensores nas duas rodas traseiras, o novo design das vedações, que atendem aos rigorosos requisitos de garantia da Nissan, e rolamentos de roda de alta performance, para suportar as severas condições de aplicações off-road.
As engrenagens hipoidais da coroa e do pinhão foram produzidas com corte a seco em três eixos. Conhecida como tecnologia 3G, esse processo é um dos mais modernos empregados atualmente na indústria automobilística mundial, resultando em eixos diferenciais com alto rendimento, menor desgaste e ruído.
O diferencial com deslizamento limitado Trac-Lok confere capacidade adicional de tração nas situações em que uma das rodas traseiras do veículo desliza no solo. Quando isso acontece, em terrenos escorregadios como lama ou neve, o Trac-Lok transfere maior torque à roda que se encontra em solo mais aderente, por meio de um sistema de discos de fricção, e traciona o veículo.