MÊS DA ÉTICA: Dana reforça padrões de conduta nos negócios

“Precisamos ser competitivos para crescer, mas não podemos jamais – e em lugar algum – abrir mão da honestidade e da integridade.”

Joe Magliochetti, ex-CEO da Dana, recentemente falecido, sempre pregou a importância de sermos éticos ao conduzir nossos negócios.
Nas duas últimas décadas, o mundo empresarial vem passando por profundas transformações quanto a seu papel social, econômico e político. As empresas vêm sendo levadas a adotar posturas responsáveis em todos os campos perante o meio ambiente, a cultura, a comunidade, a infância etc. Com os recentes escândalos econômicos nos Estados Unidos envolvendo grandes corporações, o tema ganhou ainda mais importância.
Por isso, estamos iniciando neste mês uma campanha pela disseminação de nosso Padrão de Conduta nos Negócios entre nossos colaboradores, fornecedores, clientes e a comunidade.
Nossa conduta tem que ser motivo de orgulho. Disseminando os padrões que nos orientam, estamos assumindo um comprometimento público de acreditar que não existem meias verdades, não existe honestidade nem ética pela metade.
Ou se é, ou não se é ético.
E se “Ética” se tornou uma palavra vaga demais, experimente substituí-la por “responsável” ou “decente”.
“Esta é a coisa ética a ser feita” passa a ser “Esta é a coisa responsável ou decente a ser feita”. Percebeu como é simples?
Durante este mês estamos realizando reuniões internas com todos nossos funcionários, discutindo o assunto, divulgando canais de comunicação para tratar do tema de forma clara e transparente e deixando claro que não julgamos que essas ações sejam algo inovador ou excepcional.
São apenas éticas.

Saiba mais sobre o Estilo Dana e o Padrão de Conduta nos Negócios em http://institucional.dana.com.br/overview/style/