Meio ambiente e ética – saiba porque estas palavras precisam andar juntas

Para que exista harmonia entre o meio ambiente e a administração de resíduos provenientes da produção industrial, existe uma série de órgãos estaduais e municipais que zelam tanto pela preservação do meio ambiente como pela integridade das empresas. A Dana está comprometida mundialmente a preservar o meio ambiente das comunidades onde está presente. Para nós, isto é assunto tão sério que está incluso no nosso Padrão de Conduta para os Negócios, disponível em português para visualização e download em http://institucional.dana.com.br.

O uso consciente da água é um tema importante e cada vez mais discutido e analisado. Existem órgãos estaduais que analisam e acompanham a gestão dos recursos hídricos, como o DRH (Departamento de Recursos Hídricos), no Rio Grande do Sul, e o SIGRH (Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos), em São Paulo.

Criado em 1991, o SIGRH tem por objetivo fornecer aos usuários, através da rede pública de computadores, serviços de coleta, armazenamento e divulgação de informações específicas (documentos, relatórios, mapas, etc.), criando condições para que estas informações possam ser compartilhadas através do portal www.sigrh.sp.gov.br. “Os desafios deste sistema são integrar, descentralizar e fazer com que as pessoas sejam mais participativas no processo – tanto que, toda a comunidade com acesso à internet pode consultar as informações e serviços públicos oferecidos”, conta Jussara Carvalho, integrante do SIGRH.

Estes órgãos estão comprometidos em garantir que sejam atendidas a legislação das normas ambientais, melhorando continuamente os processos para prevenir a poluição resultante da aplicação de produtos químicos e orgânicos dos processos industriais e civis. Eles concedem a outorga do uso da água, emitem licenças para as empresas e determinam limite de uso da água por elas.

No Rio Grande do Sul, a FEPAM (Fundação de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler) existe desde 1991 e é vinculada à Secretaria Estadual do Meio Ambiente. É responsável por vários programas de preservação ambiental, pelo apoio e orientação técnica para as ações dos municípios, dos Comitês de Bacias e das organizações da sociedade civil, entre outras atividades. No Rio Grande do Sul, os municípios são responsáveis pelo licenciamento ambiental das atividades de impacto local.

Em São Paulo, o órgão equivalente chama-se Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB). A CETESB é a agência do Governo do Estado de São Paulo responsável pelo controle, fiscalização, monitoramento e licenciamento de atividades geradoras de poluição, com a preocupação fundamental de preservar e recuperar a qualidade das águas, do ar e do solo.

Na Dana temos um grupo responsável pela gestão dos recursos ambientais, o SGA – Sistema de Gestão Ambiental. Este grupo tem representantes em todas as operações do Brasil. Segundo Sheila Castro, coordenadora do SGA no Complexo Industrial da Dana em Gravataí, o município também é responsável pelos cuidados com a água. “Temos na cidade a Fundação Municipal do Meio Ambiente (FMMA), que ajuda a FEPAM a realizar as vistorias nas empresas que usufruem da água do Rio Gravataí, como a Dana”, conta. O controle de efluentes (resíduos) também é feito pela FMMA.

Estes órgãos são de fundamental importância para as empresas, já que orientam quanto às legislações, normas ambientais e limites no uso da água. Mas o assunto não pode ser encarado como um tema resolvido entre a empresa e os órgãos públicos. Uma empresa é feita por pessoas e, na prática, são elas que fazem acontecer, seguindo a política ambiental da empresa, e separando o lixo na coleta seletiva, por exemplo. Se você quer saber mais sobre a importância de um Sistema de Gestão Ambiental em sua empresa, mande um e-mail para alo@dana.com e a mandaremos para você uma cartilha que desenvolvemos sobre o tema. Agora se você se interessar por distribuir esta cartilha para seus colaboradores, peça mais informações sobre o nosso programa de publicações solidárias. O conteúdo é por nossa conta, e sua empresa ajuda entidades de assistência.

Links úteis:
CETESB
www.cetesb.sp.gov.br/

FEPAM
www.fepam.rs.gov.br

SIGRH
www.sigrh.sp.gov.br

DRH
www.sema.rs.gov.br