LÁ TEM DANA: Operação brasileira equipa motor do romeno Logan

As bronzinas da Glacier Vandervell, divisão da Dana localizada em Gravataí (RS), passam a equipar o motor do Logan, compacto produzido pela Renault na Romênia e que pode se tornar o veículo mundial da montadora. O fornecimento é feito à Renault no Brasil, que exporta os componentes para a unidade romena da montadora. A expectativa da Dana é equipar 200 mil motores/ano, o que representa fornecimento de mais de 3 milhões de peças (18 bronzinas em cada motor).

Na Romênia, o Logan é vendido sob a marca Dacia, a empresa automotiva estatal adquirida pela Renault em 1999. Baseado na mecânica do subcompacto Nissan Micra, é um veículo feito para atrair os consumidores de países em desenvolvimento, como Colômbia, Índia, Marrocos, Rússia e China. “Para equipar o modelo, a Renault buscou entre seus fornecedores mundiais aqueles com preços mais competitivos e que se destacassem pela qualidade”, afirma Alex Muller, gerente da unidade de negócios Glacier Vandervell.

Com a função de proteger e prolongar a vida de elementos móveis do motor, como o virabrequim, as bronzinas Dana fornecidas à Renault contam com tecnologia vinda da planta da Glacier Vandervell Europe em Annecy, na França, onde a Dana também é responsável pela produção desses componentes. Do tipo bimetálicas, possuem capa de aço e liga de alumínio e estanho. Junto com outros elementos, como o silício, garantem durabilidade e resistência ao produto.

Fornecimento à Renault

No Brasil, a Dana iniciou a produção de bronzinas para a Renault em setembro de 2000. Para o motor Renault D4, que equipa o Peugeot 206 1.0 e também o Clio 1.0, fornece quatro pares de bronzinas de biela (que separam o virabrequim das bielas), cinco pares de bronzinas centrais (que separam o virabrequim do bloco do motor) e dois mancais axiais. A Dana fornece ainda bronzinas para o Renault K4 1.6, motor que equipa o Scénic e é exportado para o México e alguns países da Europa. Além das bronzinas, os motores D4 e K4 são equipados com protective shields (protetores de calor), produzidos pela Dana em Gravataí.

Inaugurada em 2000, a fábrica de bronzinas da Dana em Gravataí consumiu investimentos de US$ 3 milhões e, além da Renault, produz componentes para os motores PSA Peugeot-Citroën que equipam as versões 1.6 e 1.4 dos modelos Peugeot 206 e C3.