DANA SISTEMISTA: Software de gestão e módulo de suspensão exclusivo para Ford Territory australiano

A subsidiária australiana da Dana passou a fornecer o sistema de suspensão dianteiro, o módulo de suspensão traseira independente e os cardans dianteiro e traseiro para o Territory, novo veículo crossover produzido pela Ford Austrália, que mescla o conforto de um sedã à robustez de um utilitário.

Nesse programa, a divisão brasileira de Torque, Tração e Suspensão da Dana, localizada em Diadema (SP), é responsável pelo fornecimento dos braços de controle, tirantes e articulações que, posteriormente, são montados nos módulos de suspensão que equipam o novo modelo da Ford.

O Brasil também participa com o software de gestão da produção – o LeanERP -, já que o programa foi desenvolvido pela equipe brasileira de TI da Dana. Este software, que gerencia toda a produção sequenciada e integrada com a Ford, já está sendo utilizado também no fornecimento de módulos para o Ford Falcon, em Melbourne.

“Os produtos projetados e manufaturados pela Dana para o Ford Territory garantem ao veículo um nível de dirigibilidade inédito em modelos all-wheel-drive (com tração permanente nas quatro rodas)”, diz o presidente e CEO da Dana, Joe Magliochetti. “Os sofisticados módulos de suspensão dianteiro e traseiro fornecem mais estabilidade e maior controle para o motorista”, complementa.

“Os fabricantes automotivos na Austrália cada vez mais incentivam seus fornecedores na busca de soluções e sistemas integrados. Esta parceria com a Ford Austrália demonstra a capacidade da Dana em produzir sistemas e atender às necessidades do cliente”, disse Bill Carroll, presidente do Grupo de Sistemas Automotivos da Dana. “Assim como os produtos que desenvolvemos para o Ford Territory revolucionaram a idéia de sistema all-wheel-drive, o design completo e a solução de manufatura que fornecemos também redefiniu o relacionamento entre montadora e fornecedor”, finaliza.

O módulo de suspensão dianteiro projetado pela Dana é parte integral da suspensão dianteira Virtual Pivot Control Link da Ford, que integra agilidade, estabilidade, precisão e conforto, e assegura ao veículo a mesma dinâmica de direção de um automóvel.

Já o módulo de suspensão traseiro do Territory é uma versão especialmente adaptada da suspensão traseira independente que teve sua estréia no Ford Falcon em 2002. Fornece níveis elevados do conforto ao dirigir, isola o desconforto (harshness) e assegura um nível elevado de controle para o motorista, especialmente durante a frenagem.

Além dos módulos de suspensão completamente montados e dos cardans, a Dana também é responsável pela logística, incluindo a seleção e escolha dos subfornecedores; compra; qualidade do fornecedor; criação do processo; engenharia de sistemas, de serviço e de produção; pesquisa e desenvolvimento; teste e validação; e controle do processo. Ao transferir estas responsabilidades para a Dana, o cliente pode controlar melhor a sua base de fornecedores e reduzir seus custos com engenharia e compras.

A planta da Dana em Campbellfield, na Austrália, entrega os módulos de suspensão dianteiro e traseiro inteiros, diretamente na planta da Ford. Este sistema facilita a montagem, reduz custos com estoque e aumenta a velocidade de introdução dos produtos no mercado.

Software brasileiro

Para que todos os módulos sejam entregues na seqüência correta à montadora, a Dana utiliza um software, desenvolvido no Brasil e patenteado por ela, chamado LeanERP, para atender o cronograma de produção dos veículos, agendar a linha de montagem, selecionar os componentes e passar as instruções aos operadores.

O LeanERP é uma evolução do ERP proprietário desenvolvido no Brasil para a produção do Rolling Chassis que equipava a picape Dakota da Chrysler, fabricada em Campo Largo, no Paraná. Uma equipe de TI brasileira fez o desenvolvimento, adaptação e implementação da solução, que também é utilizada em Melbourne, na montagem do Ford Falcon.

O sistema LeanERP permite que informações fundamentais sejam acompanhadas em
tempo real pela Dana, pela Ford e seus fornecedores e que as empresas Tier 2 gerenciem seus próprios estoques. No momento em que o Ford Territory entra na linha de montagem, a planta da Dana recebe uma mensagem eletrônica contendo as especificações do modelo e o tipo de módulo desejado.

Além das operações de montagem do módulo em Campbellfield, diversas outras plantas australianas da Dana produzem componentes para o Ford Territory. Os subchassis dianteiro e traseiro são manufaturados pelas fábricas nas cidades de Cheltenham e Clayton. O eixo dianteiro e o diferencial IRS são manufaturados pela planta da Dana em Fairfield. Já os cardans dianteiros e traseiros são produzidos pela planta de Hallam.

Saiba mais sobre o Territory no site www.ford.com.au