DANA REJEITA OFERTA NÃO-SOLICITADA DA ARVINMERITOR

A Dana Corporation anunciou hoje que sua diretoria rejeitou a oferta de compra não-solicitada feita pela ArvinMeritor, após uma avaliação completa e consulta a seus conselheiros legais e financeiros. Em 9 de julho de 2003, a ArvinMeritor fez uma oferta pelas ações da Dana em poder do público pelo valor de US$ 15 cada ação.

Hoje, a Dana apresentou uma declaração à SEC (Securities and Exchage Commission), a Comissão de Valores Americana, recomendando que seus acionistas não vendam suas ações.

A diretoria indicou como razões para sua recomendação que a oferta de ArvinMeritor é uma proposta financeira inadequada, de alto risco, que não visa os melhores interesses da Dana ou de seus acionistas. Além disso, a diretoria cita os significativos riscos do financiamento e as sérias discussões antitruste que seriam levantadas pela oferta, o que poderia impedir sua conclusão.

Em sua resposta, a diretoria da Dana afirma que:

– A oferta da ArvinMeritor, do ponto de vista financeiro, foi inadequada aos detentores das ações da Dana, como indicado nos relatórios, datados de 21 de julho de 2003, que a diretoria recebeu de seus consultores financeiros, Credit Suisse First Boston LLC e Deutsche Bank Securities Inc.

– Os esforços de restruturação e de transformação da Dana estão produzindo resultados. A gerência relatou estes resultados à Diretoria, e ambos reafirmaram sua opinião de que a estratégia contínua da companhia é a melhor maneira de aumentar o valor para os acionistas. A gerência e a diretoria acreditam também que a estratégia de Dana está atingindo seus objetivos em proporcionar melhor performance financeira para o restante de 2003, para 2004 e para os próximos anos – desempenho que eles acreditam que ainda não está refletido no preço atual das ações.

– A Dana já obteve sucesso ao executar seu plano de reestruturação, como foi evidenciado pelo melhores ganhos, obtenção de US$ 540 milhões nas vendas de ativos, e pela redução do prejuízo líquido para aproximadamente US$ 590 milhões nos últimos 18 meses (excluindo aproximadamente US$ 710 milhões em vendas de ativos e US$ 580 milhões na redução de débito atribuível à venda da DCC, Dana Credit Corporation no mesmo período de tempo).

– A transação proposta pela ArvinMeritor levanta sérias discussões antitruste e é muito provável que provoque intensa apuração das autoridades antitruste do governo, que podem resultar em litígio para bloquear a oferta. Por exemplo, a Dana e a ArvinMeritor são os únicos produtores norte-americanos de eixos diferenciais, eixos cardans e freios para caminhões médios e pesados, com market share conjunto que varia de 80% a 100%. A ArvinMeritor ainda não começou o processo de busca pela liberação de antitruste fazendo o registro no Hart-Scott-Rodino Act, uma lei regulatória americana.

– Embora a ArvinMeritor necessite captar empréstimos substanciais para consumar sua oferta, quando confrontado por reguladores da comissão de valores do estado de Ohio, a ArvinMeritor afirmou que não formou nenhum compromisso ou acordo para obter um financiamento. Baseado nas declarações públicas da ArvinMeritor, o tamanho do financiamento requerido resultaria que ArvinMeritor tivesse aproximadamente 88% de endividamento, o que estaria entre os mais elevados na indústria de autopeças.

– A oferta de ArvinMeritor tem muitas variáveis, o que gera incerteza quanto a sua finalização.

– O chairman e CEO da Dana Corporation, Joe Magliochetti diz, “Não há nenhuma razão para aceitar esta oferta, que representa valor inadequado e um elevado nível de risco para os acionistas. Estamos confiantes de que, com a conclusão de nossa reestruturação, com nossa liderança de mercado e com a recuperação do setor de veículos pesados, estaremos em posição de superar nossos concorrentes, enquanto a indústria se recupera. Estamos confiantes de que enquanto seguirmos em frente, os benefícios de nossa reestruturação aumentarão o valor para o acionista.”

A Dana Corporation anunciou que a Goldman, Sachs & Co. também atuou como conselheiro financeiro em relação a este assunto.

A Dana Corporation é líder mundial em design, engenharia e manufatura de produtos e sistemas para fabricantes de veículos automotivos, comerciais e fora-de-estrada e seus respectivos mercados de reposição. A companhia conta com mais de 60.000 colaboradores em todo o mundo. Fundada em 1904 e localizada em Toledo, Ohio (EUA), a Dana possui centenas de operações de tecnologia, manufatura e serviços em 30 países. A empresa obteve vendas de US$ 9,5 bilhões em 2002.

Os acionistas de Dana foram aconselhados a ler cuidadosamente as recomendações da Dana a respeito da proposta de compra de ações porque contém informações de fundamental importância. Cópias gratuitas da declaração com as recomendações, registrada pela Dana junto à SEC (Securities and Exchange Commission), estão disponíveis no site da entidade – www.sec.gov – ou no site da Dana – em www.dana.com. Também poderão ser requisitadas ao Departamento de Relações com o Investidor da Dana nos EUA.

As declarações contidas neste release indicam as intenções, opiniões, expectativas ou previsões da diretoria ou gerência da Dana quanto ao futuro. Estas declarações podem diferir dos eventos ou dos resultados reais futuros. Tais declarações não são garantia do desempenho futuro e podem envolver os riscos conhecidos e desconhecidos, as incertezas e outros fatores que poderiam fazer com que os resultados reais diferissem daqueles expressados. Tais riscos e incertezas incluem circunstâncias econômicas mundiais e regionais, condições de negócios na indústria automotiva e o custo e tempo da execução da reestruturação das operações da Dana. Incluem também outros fatores discutidos no texto e aqueles detalhados, de tempos em tempos, nos registros da Dana junto à SEC (Securities and Exchange Commission).