DANA NO CONGRESSO SAE: Técnicos e engenheiros da Dana apresentam seus papers

A Dana participa na próxima semana do Congresso SAE Brasil 2004 e apresenta sete papers que abordam diversas áreas, como Chassis/Cabine, Projetos, Segurança e Ergonomia, Suspensão, Meio Ambiente e Combustíveis e Lubrificantes. Quatro destes trabalhos serão mostrados no primeiro dia de evento (16). Leia os resumos e veja os horários das apresentações:

Perigos no uso de barras de direção recondicionadas – Edson Vieira (Consultor Técnico da Dana)

Este estudo foi feito devido ao grande uso de barras de direção recondicionadas, nas empresas de transportes, principalmente do setor de passageiros e em algumas empresas pudemos verificar casos de acidentes até com vitimas fatais. Este trabalho tem como proposta mostrar os perigos de usar produtos como este.
Recolhemos vários produtos recondicionados no mercado , de maior utilização nas empresas.
Verificamos que cada recondicionador utiliza padrões diferentes para fazer o seu trabalho e estudamos todos os desvios padrões recomendados pelas montadoras dos veículos e por nós como fabricante original do produto, fizemos os testes de ensaio no laboratório da Dana (divisão Nakata) e desmontamos todos os produtos e comparamos com o produto original, como o esperado houve a comprovação da péssima qualidade e das possíveis conseqüências no uso deste produto.
A nossa intenção é alertar as autoridades competentes sobre o que é utilizado em algumas empresas.

(Apresentação às 11h30 na sala 6)

Metodologia de projeto de um amortecedor magneto-reológico – Claudio Crivelaro (divisão de Soluções Estruturais da Dana)

Dispositivos mecânicos baseados nas propriedades dos fluidos magneto-reológicos se tornaram foco de estudos e desenvolvimentos a partir da década de 90 em função da evolução das técnicas de controle e dos controladores eletrônicos digitais, e por representarem uma classe de atuadores mais baratos e mais confiáveis. Na indústria automotiva estes dispositivos já são usados em variadas aplicações como atenuadores de vibrações em eixos cardan, em bancos do motorista de ônibus ou caminhões, e como amortecedores de veículos de passeio ou competição. A GM já utiliza amortecedores magneto-reológicos no sistema de suspensão dos veículos Corvette e Cadillac Seville. Fora da indústria automobilística já existem aplicações que vão desde controle de articulação próteses de pernas mecânicas até atenuadores de vibração em prédios expostos a abalos sísmicos.
O objetivo deste trabalho é propor uma metodologia para projeto de um amortecedor magneto-reológico, e validar esta técnica a partir da análise de dados experimentais obtidos a partir de um protótipo. Desta forma este trabalho mostra que a Dana já detém o domínio desta tecnologia, não ficando muito atrás de empresas como a Delphi e Visteon.

(Apresentação às 13h30 na sala 2)

Lubrificante sólido para componentes de suspensão e direção – Helena Osório (Engenharia Avançada da divisão de Componentes de Suspensão e Direção da Dana)

O paper “Lubrificante sólido para componentes de suspensão e direção” mostra uma solução para tornar esses componentes ainda mais resistentes às condições ambientais impostas em uso e prolongar sua durabilidade, possibilitando assim o uso de ball joints livres de manutenção. A graxa é um elemento que pode ser facilmente contaminado pela penetração de água e de impurezas, diminuindo sua viscosidade, principal característica responsável pela lubrificação. Neste novo conceito, a lubrificação é dada a seco por uma cinta metálica revestida com uma camada sólida de elemento lubrificante, apresentando maior resistência ao desgaste e à temperatura.
Foram testados dois tipos diferentes de cinta metálica, uma delas com uma camada de bronze revestida por PTFE e a outra com uma camada de fibra de vidro também revestida por PTFE. Os resultados obtidos foram comparados a testes realizados nos componentes que utilizam graxa, a fim de avaliar a eficiência do novo produto.

(Apresentação às 11h30 no auditório C)

Desenvolvimento do sistema de tampa de válvulas termoplástica utilizando a análise de elementos finitos – Dimitrius Caloghero Pereira (coordenador de Projetos da Victor Reinz Mercosul)

Com o paper “Desenvolvimento do Sistema de Tampa de Válvulas Termoplástica Utilizando a Análise de Elementos Finitos”, o autor apresenta a metodologia numérica aplicada ao desenvolvimento de tampa de válvulas termoplásticas.
No início dos anos 80, surgiram os primeiros motores com tampa de válvulas em termoplástico. Recentemente o aumento do uso do plástico na indústria automotiva atende os desejos de redução de peso, reciclabilidade do material, aumento da performance em NVH e redução dos custos.
A metodologia numérica é dividida em duas etapas. Primeiro, uma análise bi-dimensional dos componentes de borracha (junta, grommet) determina a curva de equilíbrio (carregamento-deflexão) do sistema para toda a variação dimensional limitada pelas tolerâncias dos componentes.
Essa curva é utilizada na segunda etapa, onde é aplicada no modelo tri-dimensional da tampa de válvulas. Esta etapa determina o “design” otimizado. O trabalho apresenta outros importantes assuntos relacionados com o sistema de tampa de válvulas, tais como: a) resposta do elastômero em função dos danos causados pela deformação; b) seleção do tipo, tamanho e ordem do elemento finito para um modelo otimizado. Comparações com resultados experimentais são apresentadas e as apropriadas conclusões são fornecidas.
As tampas de válvulas da Dana são produzidas nas plantas de Paris-TN (EUA) , Calatayud (Espanha), Neu-Ulm (Alemanha) e Gravataí (Brasil).

(Apresentação às 10h na sala 2)

Serviço:
Congresso SAE Brasil 2004
Data: 16 a 18 de novembro
Horário: dia 16 das 9h às 20h30; dia 17 das 13h às 20h; e dia 18 das 13h às 22h30
Local: Transamerica Expo Center (Av. Dr. Mario Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – SP)
Informações: www.saebrasil.org.br.