DANA CULTURAL: Dana leva ciência e criatividade à DaimlerChrysler com peça sobre Einstein

A Dana promoverá a apresentação da peça teatral Einstein – Um ato de Gabriel Emanuel, no Sarau DaimlerChrysler, na próxima quarta-feira. O espetáculo é um “encontro” inteligente e bem-humorado com o famoso cientista que, aos 70 anos, conta com irreverência e sensibilidade toda sua vida e aborda temas importantes para o cotidiano empresarial, como qualidade, criatividade, ética e motivação.

A cultura é uma das ferramentas que a Dana usa para se aproximar de seus clientes e fornecedores, como explica o diretor de marketing e comunicação corporativa Luciano Pires. “Já promovemos exposições em diversas montadoras, e sempre obtivemos um retorno sensacional, pois nenhuma porta se fecha à cultura. Só a Dana promove este tipo de evento, que é de relacionamento com os nossos clientes. Esta peça tem um apelo que é fundamental para o sucesso de todos nós: criatividade.”

“A iniciativa da Dana vem de encontro a um trabalho interno que transcende o desenvolvimento profissional”, afirma o supervisor de treinamento e desenvolvimento da DaimlerChrysler, Marcelo Luís Cunha. “Mensalmente promovemos os saraus, fora do horário do expediente, onde, além da apresentação dos talentos da casa – que tocam instrumentos, lêem poesias etc. -, temos palestras sobre temas voltados para a vida pessoal do funcionário, como família, crescimento, educação etc.”

A peça

Por meio de sete passos fundamentais, o autor e diretor Sylvio Zimber mostra, em Einstein, o caminho que uma boa idéia percorre até chegar ao produto final. “É surpreendente o número de empresas que treinam seus colaboradores em criatividade e que não vislumbram resultados posteriores mensuráveis”, explica.

O cientista Einstein é representado pelo ator Carlos Palma, ganhador do Prêmio Mambembe no ano de estréia da peça, 1998. Desde então, a peça tem atraído empresas que praticam uma política moderna de recursos humanos e qualidade, em busca do desenvolvimento da criatividade e motivação.

15 anos investindo em cultura

A primeira incursão da Dana na área cultural aconteceu em 1988, com a edição do livro Ninhais, que traz fotos da procriação de aves no pantanal mato-grossense clicadas por Renata Falzoni.

O sucesso da empreitada levou a empresa a criar o projeto Cultura Itinerante Dana, com cinco módulos de exposições: Guerreiros sem Espada (com fotos do Xingu extraídas do acervo pessoal do sertanista Orlando Villas-Bôas), Brasil: Terra à Vista (sobre os 500 anos do descobrimento, com conteúdo de Eduardo “Peninha” Bueno), Lampião, uma Viagem pelo Cangaço (documentário fotográfico sobre a vida deste ícone da história brasileira), Do Taim ao Chuí (sobre uma das principais reservas ecológicas do país, a região do Taim, no RS), De Paraty a Parati (arquitetura colonial de Parati, no RJ) e Janela Mágica (um retrato da televisão brasileira nos últimos 51 anos).

De dezembro de 96 até agora, a empresa já realizou mais de 100 exposições em locais de grande afluência de público em todo Brasil, como estações de metrô, centros comunitários, fábricas, montadoras de veículos, universidades etc., tornando-se um case de marketing cultural – conquistou o cobiçado Top de Marketing da ADVB em 1999, por exemplo.

Além das exposições, a Dana patrocina concertos de MPB (Música na Praça, em Sorocaba), peças teatrais para alunos de escolas estaduais de Osasco, Sorocaba e Diadema, mostras de cinema brasileiro, seminários e palestras.

Einstein – Um ato de Gabriel Emanuel

Dia: 25/6
Horário: 17h15
Local: Auditório do Centro de Treinamento da DaimlerChrysler – São Bernardo do Campo
Direção geral: Sylvio Zilber
Ator: Carlos Palma (como Albert Einsten)