Dana comemora 67 anos de atividades no Brasil

Operação teve início em julho de 1947 com a fundação da Albarus no Rio Grande do Sul

Hoje, dia 10 de julho, a Dana comemora 67 anos de atividades no Brasil. A empresa, fundada em 1947, em Porto Alegre, por Ricardo Bruno Albarus, destacou-se por ser uma das precursoras da indústria automobilística brasileira, especializando-se na produção de peças para a crescente frota de veículos importados que circulavam no País.

A Dana vem ampliando sua presença no mercado brasileiro, com um portfólio de produtos de eixos dianteiros não-tracionados, traseiros, eixos cardans e componentes de suspensão que a posiciona como o único fornecedor completo de Driveline para Veículos Comerciais na América do Sul, por intermédio de suas operações em Gravataí, RS, e Diadema e Sorocaba, SP.

Raul Germany, country manager da Dana para o Brasil, reforça a importância e os motivos para comemorar a data, que serve de inspiração para a nova fase que virá, de muito trabalho. “Temos muito orgulho pelos nossos 67 anos no Brasil e pelo legado de Ricardo Bruno Albarus. Isto nos inspira a continuar em nossa busca incansável pela melhoria continua, pelo aprimoramento dos produtos, processos e talentos, e pelo desenvolvimento das novas tecnologias”, finaliza.

Segundo Raul Germany, o grande desafio segue sendo a busca pela competitividade local e global. “Estamos investido na disseminação e fortalecimento da cultura de melhoria contínua, na capacitação e formação dos nossos colaboradores e no seu, cada vez maior, engajamento. Só assim poderemos crescer no Brasil e no exterior”, enfatiza o executivo.

Berço da indústria automobilística brasileira

O imigrante alemão Ricardo Bruno Albarus plantou a pedra fundamental e ajudou a erguer os alicerces do que hoje é conhecido no Brasil por Dana. A oficina de precisão ganhou porte e se desenvolveu junto com o estabelecimento da indústria automobilística no Brasil. A associação com a então Spicer Manufacturing – depois Dana – veio graças à qualidade com que foi atendido um pedido de 1.000 cruzetas para o incipiente – e cheio de potencial – mercado de reposição brasileiro.

A parceria para transferência de tecnologia evoluiu para o primeiro investimento estrangeiro da Dana fora dos EUA. Em pouco tempo, a Dana assumiu o controle acionário da Albarus e constituiu-se, a partir dos anos 70, em um dos mais importantes fornecedores de autopeças para as montadoras de veículos instaladas no País.

Em 1993 se iniciava um processo de alinhamento global e gradativamente o nome Dana ganhou destaque no mercado, aliando a sua imagem à das demais operações espalhadas pelo mundo, mas mantendo vivos no Brasil o nome e o espírito da Albarus, como sinônimo de qualidade, confiança e tradição. Alicerçada no pioneirismo, a Dana segue investindo na evolução tecnológica para oferecer produtos que contribuam para os objetivos de sustentabilidade de seus clientes, sempre com respeito ao meio ambiente.

A Dana é líder mundial no fornecimento de produtos de driveline (eixos, cardans e componentes de suspensão), tecnologias de energia (produtos de vedação e gerenciamento térmico), e peças originais de reposição para os fabricantes de veículos leves e pesados. Os clientes da empresa incluem praticamente todos os grandes fabricantes de veículos no mercado global, automóveis comerciais e fora de estrada. Com sede em Maumee, Ohio, a Dana emprega aproximadamente 25.000 pessoas, em 26 países, e obteve vendas em 2013 de aproximadamente US$ 6,8 bilhões.

Na América do Sul, tem operações na Argentina, Brasil, Colômbia, Equador e Venezuela, que empregam cerca de 3.800 pessoas. Presente há 67 anos no Brasil, tem operações em Gravataí (RS), Diadema e Sorocaba (SP), contando com 2.500 colaboradores. O endereço da Dana na internet é www.dana.com.br.