CAMPANHA DE SEGURANÇA PESSOAL: Prevenção

Nos dois primeiros dias introduzimos alguns conceitos de segurança e hoje entramos em um dos temas mais importantes: o da prevenção. Veja agora dicas de como se prevenir e, desta forma, tentar minimizar as chances de uma ação violenta em diversas situações – seja caminhando na rua ou no estacionamento.

Caminhando na rua

Caminhe observando tudo o que acontece ao redor (atenção em 360º);

Ao identificar um suspeito em potencial observe suas mãos e se possível seus olhos;

O bandido tem o espaço como seu inimigo, ou seja, ele precisa “fechar o espaço”, precisa se aproximar para realizar a abordagem. Sendo assim mantenha sempre 20 metros de um suspeito.

Se um suspeito está fechando o espaço entre vocês (ex: caminhando em sua direção), proceda assim:

– Mude de calçada e observe o comportamento do suspeito, se ele mudar também, a probabilidade dele lhe abordar passa a ser muito maior;

– Não permita que ele feche o espaço, se isso acontecer você não terá mais nada para fazer.

– Se ele está vindo em sua direção, mude o caminho e volte mantendo o espaço entre você e ele.

– Se ele apertou o passo em sua direção procure um local seguro, movimentado (ex: loja, mercado, etc.).

– Se não há locais para se proteger, corra e observe o comportamento do suspeito. Corra antes que ele feche o espaço entre vocês, depois da abordagem nunca corra!

– Se ele correr em sua direção está claro que pretende cometer um delito, sendo assim grite. Geralmente o bandido não irá correr atrás de você, ele não quer chamar a atenção, prefere escolher outra vítima menos preparada.

Ok, mas o que gritar?

Gritar “socorro” faz as pessoas ao redor recuarem pois fica claro que há perigo.

Gritar “fogo” desperta o interesse das pessoas, fazendo-as sair das casas para ver onde está o fogo. Gritar o nome de alguém, “Paulo”, é a melhor opção, o bandido achará isso muito incomum e ficará com medo de haver mais pessoas no local (quem é Paulo, um homem, um policial, um cão feroz?). As chances dele desistir são grandes.

Amanhã, mais dicas de prevenção.