AQUI TEM DANA: Sid Mosca inicia pintura do Fittipaldi FD 01

O Projeto Dana de restauração do Fittipaldi FD 01, primeiro carro de Fórmula-1 totalmente desenvolvido e produzido no Brasil, entra na reta final com as etapas de pintura e de montagem e colocação do motor. O veículo, sem motor, está no ateliê do pintor e designer Sid Mosca, no bairro de Santo Amaro, em São Paulo.

De acordo com Sid Mosca, a pintura do Fittipaldi FD 01 deve ser concluída no início de julho. “Já realizamos o polimento e o acabamento das partes de fibra de vidro separadamente. Também demos a primeira camada de tinta, no tom prata original de 1974. Nosso próximo desafio será a montagem de todas as peças no chassi e a pintura do conjunto completo, com a aplicação do colibri e das cores finais nas laterais da carenagem”, destaca Sid.

O mais famoso profissional de pintura do automobilismo esportivo nacional afirma que participar do projeto de restauração do primeiro Fórmula 1 brasileiro é uma oportunidade emocionante. “Estive envolvido em grande parte da história da equipe Fittipaldi e, agora, revivo esses momentos importantes e felizes restaurando um ícone do esporte brasileiro e mundial”, comenta.

Para Sid Mosca, o trabalho de restauração é mais árduo, lento e rico em detalhes do que uma pintura totalmente nova. “É fascinante. Estamos tendo que recuperar peças em fibra construídas há 30 anos e, para chegar ao acabamento ideal, é preciso muito cuidado e atenção para eliminar quaisquer imperfeições. Também os tons e a própria técnica de pintura daquela época são muito diferentes do que temos hoje. As novas tecnologias e processos trouxeram grandes benefícios à pintura. Novos polímeros e recursos modernos tornaram as cores atuais muito mais brilhantes e com maior vida e profundidade, ao contrário de 30 anos atrás”.

Depois de concluída a pintura, o veículo retornará à oficina do mecânico Darci Medeiros para a instalação do motor e ajustes finais. As últimas peças que faltavam para a recuperação do motor original chegaram da Inglaterra no início de junho e o Cosworth DFV está sendo reformado e montado pelo preparador Elísio Casado. A conclusão do Projeto Dana de restauração do Fittipaldi FD 01 está prevista para o final do mês de agosto.

Sid Mosca

No início dos anos 70, Cloacyr Sidney Mosca, o Sid Mosca, entrou para o mundo das corridas como piloto. Mas foi o visual agressivo de seu carro que causou furor e trouxe vários pedidos de outros corredores. O artista é considerado pelos mais místicos um pintor que dá sorte, pois com os capacetes que pintou na F-1 foram campeões mundiais Emerson Fittipaldi (1972/1974), Nelson Piquet (1981/1983/1987), Ayrton Senna (1988/1990/1991) e Keke Rosberg (1982).