AQUI TEM DANA: Projeto Brinquedoteca chega ao 10º Natal com mais de 7 mil crianças beneficiadas

Dana substituiu envio de cartões de Natal para clientes por brinquedotecas para instituições assistenciais

Milhares de brinquedos educativos distribuídos para mais de cem entidades assistenciais que cuidam de crianças em todo o País. Este é o resultado do Projeto Brinquedoteca, uma idéia da Dana que, desde dezembro de 1995, decidiu destinar os recursos antes utilizados no envio de cartões de Natal para a compra de brinquedos pedagógicos. Só este ano, as unidades da Dana envolvidas no projeto vão distribuir brinquedotecas em sete cidades brasileiras, beneficiando 18 instituições e mais de 1.700 crianças.

“Naquele Natal de 1995, alguns clientes, fornecedores e amigos provavelmente estranharam não receber os nossos tradicionais cartões de boas festas. A verba destinada à compra do material não existia mais. Felizmente, longe de identificar uma crise econômica, a decisão representava um objetivo muito mais nobre do que simplesmente dizer bom Natal”, diz Luciano Pires, diretor de Comunicação Corporativa da Dana.

Em nove anos de projeto, instituições responsáveis por pelo menos 7.300 crianças e adultos, incluindo pessoas especiais (com deficiências físicas e mentais), já receberam os lotes de brinquedos educativos e pedagógicos, usados ludicamente ou em terapia ocupacional. Cada conjunto é formado por aproximadamente 50 brinquedos artesanais, como cavalinhos de pau, teatro de fantoches, cabanas de índio, dominó, bonecas, máscaras e carrinhos feitos em madeira, tecido rústico e outros materiais criativos, que proporcionam melhor desenvolvimento intelectual e emocional.

A Amamos, de Osasco, instituição que abriga 32 crianças entre 2 e 14 anos, foi uma das primeiras a receber uma brinquedoteca. “Seria muito bom que outras empresas fizessem o mesmo”, declara Itália Iaquino Veríssimo, 73 anos, diretora da Amamos, que funciona com um lar comum, com horário para ver TV, fazer a lição de casa e divertir-se na brinquedoteca.

Necessidades especiais

Cada brinquedoteca é montada de acordo com as necessidades da entidade que vai receber o lote de brinquedos. Instituições que cuidam de crianças especiais (que têm deficiências físicas), por exemplo, recebem brinquedos próprios para desenvolver, nos pequenos, a capacidade motora e estimular o seu crescimento intelectual.

Em Diadema, no período das festas de fim de ano, os colaboradores da Dana costumam promover uma comemoração – com direito a exibição de papai e mamãe Noel – para a entrega da brinquedoteca a uma entidade carente. “O cartão de Natal registra os votos de boas festas, mas tem vida curta. Já as brinquedotecas beneficiam centenas de crianças, durante todo o ano”, explica Luciano Pires. “Nossos clientes e fornecedores sabem dessa postura e elogiam”, finaliza.