AQUI TEM DANA: Prêmio da DaimlerChrysler por inovação tecnológica no primeiro ano de participação

Em seu primeiro ano de participação, a nova operação da Dana para produção de carcaças de eixos estampadas a quente, em Sorocaba (SP), recebeu o prêmio “Best in Class” (Prêmio Interação) da DaimlerChrysler do Brasil, na categoria Desenvolvimento Tecnológico. O prêmio reconhece que a fábrica atende a todas as elevadas exigências técnicas da montadora, incluindo a utilização de células robotizadas, equipamento CNC e a mais avançada tecnologia de manufatura.

Em cerimônia recente, o CEO da DaimlerChrysler do Brasil, Ben Van Schaik, entregou o prêmio a Victor Dubitzky, vice-presidente e gerente-geral das operações de Sistemas e Tecnologias para Veículos Pesados na América do Sul. A Dana foi elogiada por ser um caso raro de fornecedor a receber esse prêmio sem ter fornecido previamente em escala por um longo período de tempo.

“O prêmio é um indicador do sucesso da Dana na América do Sul, não somente devido a suas vantagens tecnológicas, mas também ao compromisso e à motivação de seus colaboradores”, diz Paulo Lisboa, gerente comercial da Dana para produtos fora-de-estrada. “Esse reconhecimento externo fortalece nossos valores e nossa missão na busca pela qualidade”, complementa.

Criado em 1991, o programa de premiação da DaimlerChrysler do Brasil reconhece os melhores fornecedores do ano em seis categorias. Segundo Lisboa, a distinção abre as portas para que a Dana discuta novos e importantes negócios com as plantas da DaimlerChrysler em todo o mundo, algo que não era esperado quando o grupo decidiu estabelecer uma nova planta em Sorocaba.

As instalações da Dana na cidade de Sorocaba abrigam também o grupo de Tecnologias em Tração, que produz os eixos para fabricantes de picapes e caminhões leves, incluindo General Motors, Ford e Volkswagen.

Para o fornecimento da carcaça estampada a quente para os caminhões Accelo, a Dana investiu numa nova instalação e a equipou com o que há de mais avançado em tecnologia. O resultado foi o surgimento, em Sorocaba, SP, da mais moderna fábrica do grupo em âmbito mundial. A tecnologia empregada para a soldagem é única e necessita de apenas oito funcionários. Seus equipamentos fazem controle do próprio trabalho e produzem diferentes tipos de carcaça, sem necessidade de troca de ferramentas. No momento, a Dana produz carcaças do eixo HL 2 para o Accelo 915 e do HL1 para o Accelo 715.