AQUI TEM DANA: Junta inédita para novo motor NGD 3.0E da International Engines

A Dana fechou um contrato de fornecimento das juntas de cabeçote MLS Wave Stopper, inéditas no Brasil, para o novo motor eletrônico NGD 3.0E da International Engines, o mais avançado modelo a diesel projetado no País. Desenvolvidas na Alemanha, as juntas serão fabricadas na divisão de Sistemas de Vedação, no complexo industrial da empresa em Gravataí (RS), com processo de estampagem de alta precisão.

A tecnologia Wave Stopper permite produzir uma junta com grande poder de vedação e poucas camadas e já é amplamente aplicada na Europa, inclusive na Fórmula 1. “Esta é a primeira vez que o componente será fabricado fora da Alemanha”, afirma Vicente Motta, gerente de manufatura da divisão de Sistemas de Vedação. Segundo o executivo, a empresa fez investimentos em maquinário de última geração para que esse tipo de junta pudesse ser feito no Brasil.

Com alto poder de vedação, a nova junta de cabeçote Wave Stopper é ideal para as modernas gerações de motores diesel eletrônicos, com turbocompressor, alta taxa de compressão e tamanhos reduzidos. A tecnologia consiste de vincos em forma de onda que são estampados em uma das chapas de aço inoxidável da junta, ao redor de cada um dos furos dos cilindros. Esta onda funciona como uma mola, alterando a sua altura de acordo com o esforço aplicado. O projeto garante melhor distribuição da força de aperto no cabeçote, diminuindo a distorção dos cilindros do motor e, conseqüentemente, o consumo de óleo e a quantidade de emissões de poluentes.

No Brasil, o desenvolvimento da junta Wave Stopper para aplicação no motor eletrônico International NGD 3.0E teve início em março de 2002. O novo propulsor será lançado nos próximos meses, para os mercados brasileiro e de exportação.

Motor International NGD 3.0E

Com quatro cilindros em linha e potência de 163 cv (120 kW), o NGD 3.0E apresenta características inéditas, entre as quais, sistema de alimentação “Common Rail”, com atuador piezoelétrico, que possibilita múltiplas injeções e controle preciso em todas as faixas de rotação.

O NGD 3.0E foi completamente desenvolvido e projetado sob o conceito de plataforma flexível, que permite aplicações em uma ampla gama de veículos, desde utilitários, como pick-ups e vans, até em caminhões e ônibus de até sete toneladas. Além de ser compacto, leve e com alta densidade de potência, possui torque de 38,7 kgfm (380 Nm), entre 1.600 e 2.200 rpm. Apresenta, ainda, como atributos, economia de combustível e reduzidos níveis de ruídos, vibrações e custos de manutenção.

Solidez e abrangência na América do Sul

Segundo Paulo Nunes, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios para a América do Sul, este é mais um importante fornecimento da Dana na região. “Atesta tanto a solidez de nossa capacidade em oferecer sistemas e soluções completas para os clientes globais quanto a integração de nossas operações mundiais. O centro de desenvolvimento de sistemas de vedação para motores aqui no Brasil está alinhado com o plano mundial de manufatura da Dana”, esclarece o executivo.