AQUI TEM DANA: Aumentam as chances das equipes do Sul no campeonato nacional de mini baja

De 30 de março a 2 de abril, acontece em Piracicaba (SP) a SAE BRASIL-PETROBRAS de Mini Baja, competição de carrinhos off-road construídos por estudantes de Engenharia de todo o País. Este ano, a região Sul será representada por 15 equipes e tem maiores chances de subir ao pódio, já que a maioria dos participantes do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina pôde testar antes a performance de seus veículos durante o Desafio Dana Baja Sul, prova regional realizada em Gravataí (RS).

Criado pela Dana em 2003, em parceria com a SAE Brasil – Seção Porto Alegre, o Desafio Dana Baja Sul serviu como estímulo para aumentar a participação das universidades do Sul nesse tipo de competição. Antes, as equipes do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina não tinham uma etapa intermediária na qual pudessem testar e aperfeiçoar seus mini bajas e participavam apenas da competição nacional, enquanto os estudantes do Sudeste e Nordeste podiam se preparar melhor nas provas regionais.

Para Rafael Peixoto Ferreira, aluno de engenharia da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e capitão da equipe Ilhéu (vencedora da última edição do Desafio Dana Baja Sul), a participação na prova regional foi fundamental para uma boa preparação das equipes. “No desafio realizado em Gravataí, pudemos pôr em prática as novas idéias do veículo e testar novos conceitos de suspensão e transmissão”, conta Rafael.

Muito semelhante à competição nacional de mini baja, o Desafio Dana Baja Sul inclui as provas de segurança, motor, conformidade, conforto, rampa e slalom (cones), além do enduro. O evento acontece dentro do complexo industrial da Dana em Gravataí (RS), em uma pista com quase 700 metros de extensão, construída exclusivamente para essa finalidade e equipada com toda a estrutura de box e cronometragem.

“O Desafio Dana Baja Sul requer toda a dedicação e capricho em projeto e fabricação que a competição nacional exige. Participar deste desafio trouxe muito mais confiança para a equipe e nos permitiu detectar alguns erros dos carros”, explica Rafael. Após o Desafio Dana Baja Sul, o projeto dos mini bajas das equipes da UFSC foi reformulado e os carros tornaram-se mais robustos, seguros e leves. “Graças também ao bom desempenho obtido no Desafio Dana Baja Sul iremos para Piracicaba com mais confiança”, declara o futuro engenheiro.

A partir da criação do Desafio Dana Baja Sul, as equipes das faculdades do Sul do País passaram a obter melhores resultados na competição nacional. No ano passado, diversas equipes da região alcançaram posições de destaque, conquistando o terceiro (UFSC), sexto (UFSC), sétimo (UDESC) e 11º (Ulbra) lugares na classificação geral. O melhor resultado conquistado até então por uma equipe do Sul havia sido o terceiro lugar na competição de 1998, obtido pela UFGRS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

Equipes do Sul que vão participar da Competição SAE BRASIL-PETROBRAS de Mini Baja:

Paraná – 2 equipes/2 universidades

Universidade Federal do Paraná – equipe Piá
Universidade Tuiuti do Paraná – equipe Eng Makers

Rio Grande do Sul – 7 equipes/6 universidades

Universidade de Caxias do Sul – equipe Chimango
Universidade de Passo Fundo – equipe Mas Baja Tchê
Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) – equipe Ulbra Bala
Universidade Federal do Rio Grande do Sul – equipes Tchê 01 e Tchê 02
Universidade Federal de Santa Maria – equipe Bombaja
Universidade Regional Integrada – equipe Uribaja

Santa Catarina – 6 equipes/5 universidades

Fundação Educacional da Região de Joinville (Univille) – equipe Todo Torto
Instituto Superior Tupy – equipe Tupy
Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) – equipe Velociraptor
Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) – equipe Unisul Mini Baja
Universidade Federal de Santa Catarina – equipes UFSC Ilhéu e UFSC Uiraçu

Para saber mais sobre o Desafio Dana Baja Sul visite: